Dólar com. 5.1079
IBovespa 8
20 de maio de 2024
min. 23º máx. 32º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Arte, cultura e empreendedorismo se encontram em feira LGBT+ na Ponta Verde
17/11/2023 às 20h00

Cultura

Festival de Teatro de Taquarana une circo e teatro à cultura popular para toda a família; confira a programação completa

Maior festa das artes do Agreste alagoano terá início na próxima segunda-feira (20)

Divulgação

Na próxima semana, entre os dias 20 e 26 de novembro, Taquarana se transformará no maior palco das artes do Agreste alagoano. É porque o Festival de Teatro de Taquarana (FESTA) uniu cultura popular, teatro adulto e infantil, oficinas, palestras, danças tradicionais e contemporânea, circo e lançamento de livro em um único movimento, que tem dado o que falar nos arredores da cidade. 

Acompanhe o nosso Instagram: @festataquarana e fique por dentro de tudo!

Serão sete dias de entretenimento, música e diversão, com o protagonismo de diversos artistas e grupos locais de Taquarana, Palmeira dos Índios, Maceió, Belém, entre outros. O FESTA é uma realização do Teatro Camboio de Doido, com o apoio da Secretaria de Cultura do município, da Secretaria de Estado da Cultura e de Economia Criativa de Alagoas (Secult-AL), através da Lei Paulo Gustavo.

De acordo com o coordenador do festival, Igor Rozza, a programação foi pensada para abarcar todos os públicos, desde crianças até idosos. Ele contou que na programação têm folguedos pois atrai muitos idosos, têm espetáculos de dança contemporânea, que atrai um público mais jovem adulto, bem como espetáculos de comédia para as famílias.

"A gente acabou fazendo uma mescla de muitos gêneros. A gente consegue sim encontrar muita coisa boa aqui em Alagoas. Então, os espetáculos são de companhias independentes no estado. Esta segunda edição do FESTA veio para consolidar o evento, que aconteceu ano passado. Este ano, realizamos novamente e certamente estaremos no ano que vem fazendo a terceira edição", adiantou Rozza.

Na segunda (20), abrindo o evento às 19h, na Casa de Eventos, serão apresentados os espetáculos "Corpo Manifesto: o meu corpo é uma escola", do grupo Corpo de Dança do Santos Ferraz; "Cru", do Patuá Coletivo e "Psico", de Julian Neves.

O segundo dia terá o destaque e a beleza regional dos folguedos, como o Pastoril, Banda de Pífanos e o Repente, a partir das 19, no Museu Casa de Taipa. Mais cedo, às 17h30, haverá a apresentação de um espetáculo de circo do grupo Sururu Circo, de Maceió, intitulada "Suspensão Tempo-Espaço". Também será realizada uma oficina de fabricação de pífanos para estudantes da rede pública de ensino.

No Teatro Odeon, a programação do terceiro dia continua com as apresentações dos espetáculos "Folguedos das Alagoas", da Trupe Cangulê - Teatro de Bonecos de Alagoas, e "Manso e Humilde de Coração", do Coletivo Volante, que será interpretado pelo ator e integrante do grupo, Bruno Alves.

Para Bruno, participar do festival é uma honra e uma alegria muito grande, além de ser uma oportunidade de dialogar com a forte tradição teatral da cidade. 

"O FESTA vem se mostrando como um espaço democrático, descentralizado e de resistência artística, oportunizando diálogos, encontros e experiências cênicas. Por isso, ser parte da programação é de uma alegria e responsabilidade grande, porque estaremos pisando em solos que brotam arte e grandes artistas. Minha expectativa é que essa segunda edição possa fortalecer cada vez mais o nome da cidade como um polo importante para o teatro alagoano e que o festival possa fazer da cidade inteira um grande palco de encontros e descobertas", disse o artista.

Do dia 23 a 26, haverá mais oficinas de artesanato de chapéu de guerreiro, de musicalização infantil e de teatro de mamulengos, além de apresentações de dança e teatro, como a "Dança-Monstro", da Companhia dos Pés e "Sonho", do grupo Camboio de Doido. A feira pública de Taquarana também será palco para o grupo Guerreiro Leão do Norte, com a direção do Mestre Canarinho das Alagoas. 

Sobre o FESTA

O Festival de Teatro de Taquarana (FESTA) foi uma iniciativa que surgiu em 2022, ano em que o evento teve sua primeira edição, por meio do grupo Teatro Camboio de Doido. Nesse mesmo ano, o festival teve uma das grandes e importantes realizações: a abertura do Museu Casa de Taipa, onde foram reunidas mais de 900 peças que fazem parte da cultura popular da cidade.

Confira abaixo a programação completa

20 de novembro

Horário: 19h

Local: Casa de Eventos

Classificação indicativa: 16 anos

"Corpo Manifesto: O meu corpo é uma escola", do grupo Corpo de dança do Santos Ferraz (Dança - Taquarana)

"Cru", espetáculo do Patuá Coletivo (Teatro - Maceió)

"Psico", monólogo de Julian Neves (Teatro - Palmeira dos Índios)

21 de novembro

"Cravo na Pedra, amor no coração", da Cia Priapó (Teatro infanto-juvenil - Maceió

Horário: 9h

Local: Escola Divonete Cavalcante

Oficina de fabricação de pífanos

Horário: 9h

Local: Museu Casa de Taipa

"Suspensão Tempo-Espaço", do grupo Sururu Circo (Maceió)

Horário: 17h30

Local: Alto da Serra Cruz

Lançamento do Livro "A Cavalhada em Alagoas", da autora prof.ª Ana Cristina de Lima Moreira

Horário: 19h

Local: Museu Casa de Taipa

"Cordel: Taquarana Terra Amada", contação de histórias Brança e Joseline

Horário: 19h

Local: Museu Casa de Taipa

"Cantos e encantos - terra da liberdade", grupo de Dança Afro (Belém)

Horário: 19h

Local: Museu Casa de Taipa

"De repente, um repente", com Erivaldo e Aratan (Taquarana)

Horário: 19h

Local: Museu Casa de Taipa

"Pastoril da Santa Cruz", com as pastorinhas da Santa Cruz (Taquarana)

Horário: 19h

Local: Museu Casa de Taipa

Apresentação da Banda de Pífanos (Taquarana)

Horário: 19h

Local: Museu Casa de Taipa

22 de novembro

Oficina de teatro de mamulengos

Horário: 9h

Local: Escola de tempo integral Barão do Rio Branco

"Folguedos das Alagoas", da Trupe Cangulê - Teatro de Bonecos de Alagoas

Horário: 16h

Local: Teatro Odeon, às 16h

Classificação indicativa: Livre

"Manso e Humilde de Coração", do Coletivo Volante (Maceió)

Horário: 20h

Local: Teatro Odeon

Classificação indicativa: 12 anos

23 de novembro

Oficina de artesanato de chapéu de Guerreiro

Horário: 8h

Local: prédio da Secult-Taquarana

"A Aurora da Minha Vida", teatro infanto-juvenil do Grupo de Teatro Santos Ferraz

Horário: 9h

Local: Escola Municipal Edgar Tenório

Classificação indicativa: Livre

"Corpo-manifesto: O meu corpo é uma escola"

Horário: 15h

Local: Escola Santos Ferraz

Classificação indicativa: Livre

"Sonho", da Cia Camboio de Doido

Horário: 20h

Local: Teatro Odeon

Classificação indicativa: Livre

24 de novembro

Oficina de musicalização infantil

Horário: 8h

Local: Creche Genilza

"A História Secreta da Criatividade do Povo Alagoano" 

Horário: 9h

Local: Escola Municipal Maria Iraci

"Passarinho de Cordel", de Homero Cavalcante

Horário: 15h

Local: Casa de Eventos

Classificação indicativa: 14 anos

"Memorial de um Patife", de Zé Márcio Passos

Horário: 15h

Local: Casa de Eventos

Classificação indicativa: 14 anos

"De repente, um repente"

Horário: 20h

Local: Teatro Odeon

"Dança-monstro", da Companhia dos Pés

Horário: 20h

Local: Casa de eventos

25 de novembro

Guerreiro Leão do Norte - Mestre Canarinho das Alagoas (Taquarana)

Horário: 9h

Local: Feira pública

"O Soldado Fanfarrão", do Instituto de Preparação para a Cena

Horário: 17h

Local: Teatro Odeon

"Rádio Alagoas 75 MHz", espetáculo de comédia de Abides Oliveira

Horário: 20h

Local: Casa de Eventos

Classificação indicativa: 12 anos

26 de novembro

"Café e teatro: O teatro em Taquarana como Ferramenta cultural e política", com Homero Cavalcante - Palestra

Horário: 9h

Local: Casa de Eventos

"Pavão Misterioso", da Companhia La Casa

Horário: 16h

Local: Teatro Odeon

Classificação Indicativa: Livre

"A Categoria é: Queer", dança vogue da ETA/Ufal e Residência artística Joana Gajuru

Horário: 19h

Local: Casa de Eventos

Classificação indicativa: 12 anos


Fonte: Assessoria

Todos os direitos reservados
- 2009-2024 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]