Dólar com. 3,791
IBovespa 0.86
18 de março de 2019
min. 27º máx. 33º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Polícia identifica turco de 37 anos como suspeito de ataque na Holanda
12/01/2018 às 16h00

Economia

Alta temporada movimenta o Mercado do Artesanato

Lojistas esperam com expectativa a movimentação até o final do verão - André Miranda / Ascom Semtabes

A alta temporada tem movimentado o Mercado do Artesanato, localizado no bairro da Levada e administrado pela Secretaria Municipal do Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes) está intensa.

Turista do Rio de Janeiro, Dailiete Oliveira dos Santos visitou o Mercado do Artesanato. “Eu gosto daqui. Faço questão de vir. A gente fica maluca com tanta coisa bonita. Ano passado eu vim aqui e levei presente para todos. Esse ano estou comprando só para mim. Já comprei uma sandália e agora estou procurando um vestido”, disse.

O presidente da Associação dos Comerciantes do Mercado do Artesanato, Bartolomeu de Lima, contou que a frequência da chegada de ônibus com turistas aumentou no centro comercial. “A alta temporada dá uma aquecida no movimento do mercado do Artesanato. Ainda não é o que se via nos anos passados, devido ao momento da economia nacional, mas estamos tentando melhorar o atendimento. A Prefeitura também está atuando para melhorar o entorno do mercado e, assim, o acesso ao local”, colocou.

Geane dos Santos trabalha no Mercado do Artesanato há quatro anos e afirma que na loja, que também vende produtos de veraneio, o movimento está a todo vapor. “Está muito bom. Não tenho o que reclamar. Todos os dias se vende. Essa temporada está maravilhosa. O preço é ótimo, não tem o que reclamar e os produtos para a estação do verão são os mais procurados”, frisou.

Ela conta que já atendeu turistas de todo o mundo. “A gente luta para entender outros idiomas e no final a gente consegue vender. Eles gostam porque não tem esse tipo de produtos lá fora”, relatou.

O mercado é o maior centro de artesanato de Alagoas. No local, há peças variadas da cultura local, como o famoso filé alagoano, redes, objetos feitos com palha e barro, couro, bolsas, acessórios e lembranças de todos os tipos. Um restaurante também é uma opção para quem frequenta o Mercado do artesanato. O espaço abriga mais de 130 lojas no 1º e 2º pisos.

Alagoana que mora em Curitiba há mais de 20 anos, Rose Gusmão também não deixa de visitar o Mercado do Artesanato. “Todas as vezes que venho para Alagoas eu venho para o Mercado. Não deixo de levar meus tapetes e outras coisas, todos os anos. Gosto dos produtos, do preço e do atendimento”, afirmou.


Fonte: Assessoria

Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]