Dólar com. 5.1318
IBovespa 0.58
24 de abril de 2024
min. 23º máx. 32º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Nova vacina contra a covid-19 chega à população em 15 dias
24/02/2024 às 17h00

Esporte

Ex-jogador do Everton e Sheffield United condenado a prisão perpétua

Tie Li foi jogador da Seleção da China e é treinador, atualmente

Da Premier League para uma prisão perpétua na China. Uma investigação estatal sobre a corrupção na China levou à detenção do ex-jogador Li Tie, de 46 anos, que, segundo informações locais do jornalista Mark Dreyer, baseado atualmente na China, foi condenado a prisão perpétua.

O antigo jogador do Everton confessou, na televisão estatal CCTV, ter participado em jogos combinados e num escândalo de corrupção quando pagou cerca de 2 milhões de reais para ser nomeado treinador da seleção chinesa. O antigo presidente da Federação Chinesa de Futebol, Chen Xuyuan, entre outros, também deverão ser condenados, mas a 15 anos de prisão.

"Estou muito arrependido. Devia ter mantido a cabeça baixa e seguido o caminho certo. Havia certas coisas que eram prática comum no futebol naquela época", explicou Li, que fez 33 jogos pelo Everton na temporada 2002-03. Jogou nos toffees até 2006, disputando apenas mais sete jogos. Depois de mais um ano e meio no Sheffield United, entre julho de 2006 e janeiro de 2008, voltou para a China.

Li reconheceu que "para conseguir bons desempenhos, influenciava árbitros, subornava jogadores e treinadores rivais, por vezes através de acordos entre clubes. Este comportamento torna-se um hábito e acaba por criar uma ligeira dependência desta prática." Enquanto treinador do Hebei China Fortune e do Wuhan Zall, manipulou os jogos e ganhou a promoção da China League One como campeão em 2018.


Fonte: Notícias ao Minuto Brasil

Todos os direitos reservados
- 2009-2024 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]