Dólar com. R$ 4,132
IBovespa +1,58%
20 de novembro de 2018
min. 25º máx. 30º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Bolsonaro confirma Mandetta para a Saúde
03/02/2017 às 08h32

Geral

“Ciranda do Cuidado” terá primeiro encontro do ano na terça (07)

O primeiro encontro deste ano das mães e pais de bebês e crianças portadores de microcefalia acontece na próxima terça-feira (07), no auditório do prédio sede da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a partir das 14h. O assunto em pauta será saúde bucal.

As reuniões acontecem mensalmente, desde abril do ano passado, quando profissionais da Coordenação de Saúde da Criança, do Programa Saúde da Família (PSF), da Atenção Básica (AT) e da Coordenação do Programa de Atenção à Pessoa com Deficiência (PAPD) criaram o grupo “Ciranda do Cuidado” para dar assistência à saúde e apoio psicossocial.

A criação do grupo partiu de uma iniciativa de profissionais da SMS que perceberam o aumento da demanda de mães de bebês com microcefalia e gestantes, em busca de orientações sobre a doença e os perigos das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti – principalmente o zika vírus.

Nos encontros são fornecidas orientações sobre cuidados, direitos e suporte médico e psicológico para lidar com bebês com microcefalia, estimulando seu desenvolvimento para a melhoria da qualidade de vida dessas crianças. Inicialmente eram 12 mães com suas crianças, depois passou para 27, em dezembro já eram trinta, e esse ano mais três entraram no grupo, formado agora por 33 pais e seus filhos portadores da doença.

A enfermeira da Atenção Básica, Rosário Vasconcelos, conta que o tema do encontro, “Saúde Bucal”, é um projeto de mestrado de alunos do Cesmac direcionado à crianças e bebês com microcefalia. “A SMS faz o acompanhamento desses bebês. Além de receberem o atendimento para puericultura (consulta para bebês) com médicos e enfermeiros nas Unidades Básicas de Saúde (USB) e  encaminhamento para o Centro Especializado de Reabilitação (CER) para desde cedo fazerem estimulação precoce”, ressalta.

As sessões de estimulação precoce são feitas nas entidades conveniadas que oferecem o serviço, como Adefal, Pestalozzi, Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas (Uncisal), Apae e Associação dos Amigos e Pais de Pessoas Especiais (Aappe).


Fonte: Assessoria

Todos os direitos reservados
- 2009-2018 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]