Dólar com. 5.2827
IBovespa 0.58
16 de abril de 2024
min. 23º máx. 32º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Setur divulga lista de municípios validados no Mapa do Turismo Brasileiro
11/11/2017 às 14h00

Geral

Dia do Diabetes terá ação preventiva no PAM Salgadinho

Divulgação

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da Gerência de Atenção às Doenças Crônicas e do Centro de Referência em Doenças Crônicas – Diabetes, Obesidade e Hipertensão (CEDOHC), promove, na próxima terça-feira (14), das 9h às 14h, no Bloco B do PAM Salgadinho, uma ação pontual para marcar a passagem do Dia Mundial do Diabetes. A atividade tem a finalidade de sensibilizar e conscientizar a população acerca dos cuidados preventivos, além da educação e do controle do diabetes e suas complicações.

Organizada em todo o país pela Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), a mobilização deste ano será desenvolvida dentro do tema “Mulheres e Diabetes: nosso direito a um futuro saudável”. Em Maceió, a data terá uma série de atividades, como a iluminação na cor azul – que corresponde à Campanha Nacional do Diabetes – na fachada do PAM Salgadinho e do prédio do Complexo Regulador de Maceió (Cora) por sete dias, garantindo visibilidade pública à semana em questão. A mesma iniciativa será adotada no Bloco B do PAM – local de funcionamento do CEDOHC – no dia do evento (14), onde ocorrerão as demais atividades.

Durante toda a manhã da ação está prevista a realização de 500 testes de glicemia da polpa digital, com a participação de acadêmicas do Curso de Enfermagem da Faculdade Seune. Além disso, um grupo de acadêmicos do Curso de Medicina que integram a Liga de Diabetes da UFAL estará no local dando orientações acerca da doença e coletando informações para a realização de estudo sobre a campanha. Ao final da ação – que conta com a parceria das empresas Sanofi, AstraZeneca, Torrent Pharma e Novo Nordisk, assim como da Faculdade Seune e da Liga de Diabetes da UFAL – será oferecido um lanche saudável para os participantes.

A Data

O Dia Mundial do Diabetes foi criado em 1991 pela IDF em conjunto com a Organização Mundial da Saúde (OMS), em resposta às preocupações sobre os crescentes números de diagnósticos no mundo. A data tornou-se oficial pela Organização das Nações Unidas (ONU) a partir de 2007, com a aprovação da Resolução das Nações Unidas 61/225. O dia 14 de novembro foi escolhido por marcar o aniversário de Frederick Banting que, junto com Charles Best, concebeu a ideia que levou à descoberta da insulina em 1921.

A Campanha

A escolha do tema da campanha deste ano se baseia em dados considerados preocupantes. Atualmente, há mais de 199 milhões de mulheres no mundo que vivem com diabetes e esse total deverá aumentar para 313 milhões até 2040. Diabetes já é a principal causa de morte de mulheres no mundo, vitimando 21 milhões de mulheres por ano. Isso é resultado também das desigualdades socioeconômicas, que expõem as mulheres aos fatores de risco de diabetes, como dieta e nutrição precárias, inatividade física, consumo de tabaco e uso nocivo do álcool.

A doença 

A Diabetes é uma doença crônica caracterizada pelo aumento dos níveis de açúcar do sangue (glicemia). Além do fator genético, o diabetes é uma doença totalmente ligada ao estilo de vida adotado. Uma pessoa com alimentação desequilibrada, rica em gorduras, carboidratos, açúcares, produtos industrializados e pobre em vegetais, legumes e frutas tem mais propensão a desenvolver o diabetes. Sedentarismo, obesidade e tabagismo também são fatores de risco e, juntos, contribuem para o aparecimento da doença.

Apesar da ligação com o açúcar, a principal causa da diabetes é a obesidade. A doença tem como sinais e sintomas muita sede, perda de peso, vontade de fazer xixi, visão embaçada e fraqueza. Como prevenção, recomenda-se a prática de exercícios, boa alimentação, manutenção do peso e redução do estresse.


Fonte: Assessoria

Todos os direitos reservados
- 2009-2024 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]