Dólar com. 3,791
IBovespa 0.86
18 de março de 2019
min. 27º máx. 33º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Polícia identifica turco de 37 anos como suspeito de ataque na Holanda
08/11/2018 às 17h00

Geral

Marechal Deodoro reduz casos de dengue, zika e chikungunya no município

Há 10 anos, o município não conseguia atingir a meta de visitas preconizadas pelo Ministério da Saúde. Em dois anos, o número de visitas aumentou em 80%

Wellington Alves/Divulgação

A Prefeitura de Marechal Deodoro, por meio da Secretaria de Saúde, está realizando diversas ações em todo o município, visando a melhoria da saúde dos deodorenses. Um desses fatores, é a constante visitas dos agentes de endemias às residências.

Em dois anos, a atual gestão conseguiu aumentar a visita dos agentes de endemias em 80%, como preconiza o Ministério da Saúde. Antes, as visitas não chegavam a 40%, de acordo com os dados da Secretaria de Saúde de Marechal Deodoro.

De acordo com dados da Secretaria de Saúde de Marechal Deodoro, a meta de visitas preconizadas pelo Ministério da Saúde para o município é de 228.352, por ano. E para que isso fosse possível, a Prefeitura de Marechal Deodoro, disponibilizou todas as ferramentas necessárias aos agentes, incluindo o uso de novas ferramentas para agilizar e facilitar o trabalho.

Além disso, com o aumento das visitas dos agentes de endemias, o município está com um menor índice de dengue, zika e chikungunya. Até o início de 2017, as visitas não chegavam nem a 10 mil residências e terrenos por cada ciclo bimestral e atualmente o município já está alcançando 29 mil visitas.

De acordo com o secretário de saúde de Marechal Deodoro, Aérton Lessa, o município está fazendo a parte de alertar e prevenir os deodorenses, agora cabe os moradores se policiarem e evitar focos do mosquito. O secretário também contou que o objetivo da Prefeitura é garantir uma saúde de qualidade para o deodorense.

“Quando assumimos a Secretaria de Saúde, notamos um baixo índice nas visitas dos agentes, e a partir disso buscamos métodos para reverter esse quadro. Primeiro nós garantimos condições para os agentes, para que pudessem realizar o seu trabalho com qualidade. Nós estamos fazendo a nossa parte, em enviar os agentes de endemias para as residências e agora cabe aos moradores evitarem os focos de mosquito, para que em conjunto, nós possamos garantir uma saúde de qualidade”, explicou.


Fonte: Secom Marechal Deodoro

Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]