Dólar com. R$ 4,132
IBovespa +1,58%
11 de dezembro de 2018
min. 26º máx. 29º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Bebianno confirma que Secom irá para a Secretaria de Governo
20/11/2018 às 16h00

Geral

Acusado de execução em ‘Tribunal do Crime’ vai júri nesta quarta

Julgamento faz parte do Mês Nacional do Júri em Alagoas, que pautou 27 sessões para esta semana

O Poder Judiciário de Alagoas pautou nove julgamentos de crimes contra a vida para esta quarta-feira (21), dando continuidade ao Mês Nacional do Júri. As sessões ocorrerão na capital e no interior. A expectativa é que 27 processos sejam julgados esta semana.

“Tribunal do Crime”

O réu Charly dos Santos Muniz, acusado de matar Walisson Anselmo dos Santos, será julgado pela 9ª Vara Criminal da Capital, às 13h. O júri será presidido pelo juiz Geraldo Cavalcante Amorim. Segundo a denúncia, três integrantes de uma facção criminosa do bairro Pescaria foram abordados pela Polícia Militar e encaminhados para a Central de Flagrantes por estarem armados. 

Um dos homens assumiu a autoria do crime e foi preso, enquanto os outros dois foram liberados. A prisão teria causado um conflito entre Walisson e os demais membros da facção. Eles entendiam que a vítima deveria ter assumido o crime de porte de arma. Walisson teria sido condenado em um “Tribunal do Crime” e executado com 8 tiros, efetuados por Charly.

Tentativa de feminicídio

Um dos processos pautados é o de Antônio Oliveira da Silva, acusado de tentar matar sua companheira, Rosângela Araújo da Silva, com onze facadas. A motivação teria sido ciúmes. A sessão ocorrerá às 9h e será conduzida pelo juiz da Comarca de Traipu, Elielson dos Santos Pereira. 

De acordo com a denúncia, ao ver que o acusado sacou sua faca peixeira, a vítima saiu correndo tentando se refugiar na casa de seu tio. Ainda assim, foi seguida e golpeada por Antônio da Silva após ser encontrada debaixo da cama de um dos quartos. O acusado teria dito “agora vou lhe matar”, durante o esfaqueamento.

Desfigurado

A 8ª Vara Criminal de Arapiraca levará a júri, às 8h, o réu José Wlisses da Silva, acusado de matar Márcio Gomes Alves com golpes de pedra no dia 13 de março de 2015. De acordo com a denúncia do MP/AL, o réu e a vítima tiveram um desentendimento no dia anterior ao crime, tendo a vítima ameaçado José Wlisses com uma faca. No dia seguinte, o acusado colidiu propositalmente sua motocicleta com a da vítima, que foi jogada nos arames farpados de uma cerca.

José Wlisses começou a agredir Márcio Gomes e desferiu três golpes de pedra. Depois da ação, o réu foi para sua residência, porém pensando que a vítima ainda estivesse com vida, retornou ao local do crime e desferiu mais dois golpes na cabeça da vítima, que ficou totalmente desfigurada. A sessão será conduzida pelo juiz Jandir de Barros Carvalho.

Briga por 4 reais

Em União dos Palmares, a 3ª Vara Criminal julgará o réu Alessandro Ricardo da Silva, acusado de matar Edvaldo Pedro da Silva durante uma discussão após um jogo de dominó, em outubro de 2015. O júri começa às 9h e será conduzido pelo juiz Anderson Santos dos Passos. 

Segundo a denúncia, a vítima cobrou a importância de quatro reais que teria ganho nas apostas durante as partidas. Devido a Alessandro não querer pagar a dívida, iniciou-se uma discussão. Uma terceira pessoa chegou a oferecer R$ 15 para cobrir a dívida, mas a briga continuou e o réu pegou uma faca peixeira que estava no local, desferindo um golpe no peito da vítima. Após o crime, Alessandro da Silva fugiu do local a cavalo.

Confira aqui a pauta completa do Mês do Júri.


Fonte: Dicom TJ/AL

Todos os direitos reservados
- 2009-2018 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]