Dólar com. 3,791
IBovespa 0.86
18 de março de 2019
min. 27º máx. 33º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Polícia identifica turco de 37 anos como suspeito de ataque na Holanda
12/01/2019 às 15h00

Geral

Governo brasileiro quer diálogo entre Venezuela e Guiana

Em nota, Itamaraty pede solução pacífica e segurança na região

O Ministério das Relações Exteriores divulgou nota neste sábado (12) onde reitera “compromisso” do governo brasileiro “de favorecer a solução pacífica da controvérsia territorial entre a Venezuela e a Guiana”.

O “diferendo Venezuela-Guiana” é em torno de uma área de fronteira. A controvérsia existe há um século, mas foi reacendida por causa da exploração de petróleo no litoral da Guiana.

Conforme noticiou a Agência Brasil na véspera do Natal, o governo Nicolás Maduro acusou a Guiana de violar a soberania da Venezuela após a incursão de dois navios contratados pela companhia transnacional ExxonMobil.

"Dada à flagrante violação de nossa soberania por navios de exploração de petróleo contratados pela Guiana, a Marinha Bolivariana começou a aplicar os protocolos pertinentes, com rigor e estrita adesão a acordos e tratados internacionais", disse o chanceler venezuelano, Jorge Arreaza.

O Itamaraty condicionou sua contribuição ao desfecho da crise política na Venezuela. “O Governo brasileiro estará pronto a contribuir junto à Venezuela para um diálogo frutífero com a Guiana, e vice-versa, quando haja um governo legítimo em funcionamento em Caracas”.

Em nota, o Ministério das Relações Exteriores afirma que o governo brasileiro “reitera, ademais, seu apoio à decisão do Presidente da Assembleia Nacional [Juan Guaidó] legítima da Venezuela de assumir constitucionalmente a Presidência da Venezuela”.


Fonte: Agência Brasil

Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]