Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
26 de maio de 2019
min. 22º máx. 31º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Tremor de magnitude de 8,1 graus abala noroeste do Peru
15/03/2019 às 15h00

Geral

1ª Vara de Palmeira dos Índios julgou 99% de processos antigos em 2018

Sob a titularidade do magistrado José Miranda, a unidade obteve a segunda melhor pontuação na aferição Juízo Proativo, do TJAL

A 1ª Vara Cível de Palmeira dos Índios terminou 2018 tendo julgado 99% dos processos distribuídos há mais de 5 anos, missão estabelecida pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) na Meta 2. Ficaram pendentes apenas duas ações. O resultado é o melhor no âmbito do Judiciário alagoano e contribuiu para o êxito da unidade na aferição Juízo Proativo, do Tribunal de Justiça de Alagoas.

Sob a titularidade do magistrado José Miranda Santos Júnior, a Vara obteve a segunda melhor pontuação geral da aferição, com 110,3 pontos. (A 10ª Vara de Arapiraca fez 112,8 pontos). 

Para o juiz, o trabalho em equipe é fundamental para a prestação mais rápida do serviço à sociedade. “Esses resultados podem ser atribuídos ao trabalho em conjunto, com servidores, Ministério Público e Defensoria, cada um dando o máximo”, explica.

Entre as varas cíveis de segunda entrância que atingiram o Padrão Excelência, a unidade foi a melhor em índice de atendimento à demanda, com 158% (relação entre processos entrados e baixados); e taxa de produtividade, com 159% (relação entre processos entrados e julgados).

A unidade recebeu 396 casos novos durante o ano, julgou 629 ações e baixou (arquivou) 623. Concluiu o período com 245 processos pendentes, menor número entre todas as varas cíveis que atingiram o Padrão Excelência. A taxa de congestionamento, que considera o estoque inicial, os casos novos e os arquivados, ficou em 73%.

Desde o primeiro ano Juízo Proativo, 2014, 1ª Vara de Palmeira tem atingido o padrão mais alto da aferição (inicialmente denominado Mais Proativo, hoje Padrão Excelência).

Os dados são apurados pela Divisão de Estatísticas da Assessoria de Planejamento e Modernização do Poder Judiciário (APMP). A solenidade de premiação ainda terá a data definida.


Fonte: Dicom TJ/AL

Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]