Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
23 de agosto de 2019
min. 22º máx. 28º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Saiba como será a abertura do comércio no Dia da Padroeira de Maceió
12/06/2019 às 16h03

Geral

Política Inclusiva: Prefeitura vence Prêmio Nise da Silvera

Julio Daniel Farias recebe Prêmio Nise da Silveira. - Divulgação

Representada pela Secretaria Municipal de Gestão (Semge), a Prefeitura de Maceió recebeu mais um reconhecimento pelo trabalho de gestão de pessoas. Pelo segundo ano consecutivo, o Município conquistou, na noite dessa terça-feira (11), o primeiro lugar no Prêmio Ser Humano Nise da Silveira, realizado pela Associação Brasileira de Recursos Humanos – Seccional Alagoas (ABRH-AL).

A Prefeitura venceu na modalidade Gestão de Pessoas – Sustentabilidade, com o tema “A Política Inclusiva de Gestão Pessoas Travestis e Transexuais no município de Maceió: um Relato de Experiências”. O prêmio, que recebe o nome da renomada médica psiquiatra alagoana, foi dividido em cinco categorias para Gestão de Pessoas: Acadêmica, Administração, Desenvolvimento, Jovem e Sustentabilidade.

O trabalho realizado pela Semge se deu baseado pelo reconhecimento do Nome Social para pessoas travestis e transexuais, um direito garantido pela Lei Municipal nº 6.413 de 2015, que vem sendo garantido pela administração municipal, com ações de divulgação e esclarecimento sobre a lei e possibilidade da adoção do Nome Social a partir da atualização cadastral realizada até abril deste ano. O trabalho abre espaço para a inclusão social e combate à intolerância no ambiente dos órgãos públicos do município.

Durante a premiação, Júlio Daniel Farias, que é assistente administrativo da Semge e responsável pela elaboração e realização da campanha, destacou a importância de políticas como estas num país em que a discriminação de gênero e sexualidade ainda vitima uma grande parcela da população LGBT.

“O Brasil é o país que mais mata travestis e transexuais no mundo. Aqui na platéia temos pessoas com essa identidade, como Natacha, Fabíola e Benjamim, que conseguiram ultrapassar a expectativa de vida dessa população, que é de 35 anos. Por essa realidade, fazem-se necessárias políticas de inovação que incluam, que combatam todos os tipos de discriminação e garantam direitos para a população LGBT”, pontuou.

Para o secretário-adjunto de Gestão de Pessoas da Semge, Israel Guerreiro, prêmios como estes reconhecem o trabalho realizado pela Prefeitura de Maceió na valorização dos recursos humanos e na busca por um ambiente de tolerância e respeitos às diferenças.

“É muito importante que trabalhos como estes, que foi conduzido de forma extraordinária pela Gestão de Pessoas da Semge e pela pessoa do Júlio Daniel, recebam reconhecimento. O prêmio representa o retorno de que as políticas de valorização de nossos servidores e de criação de um ambiente de trabalho digno e livre de discriminações, que é parte da 


Fonte: Ascom Semge

Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]