Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
19 de outubro de 2019
min. 22º máx. 27º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Saque do FGTS começa para nascidos em janeiro, sem conta na Caixa
21/09/2019 às 11h00

Geral

Menos chuvosa e mais quente, Primavera começa nesse domingo (22) em Alagoas

Chegada da estação traz o aumento das temperaturas máximas ao estado

Árvore símbolo de Alagoas, Craibera desabrocha no início da Primavera - Divulgação

A estação das flores está chegando. A primavera inicia nesse domingo (22) marcando o período de transição pós-inverno e a introdução de algumas características do verão.  O nome vem do latim primo vere, que significa “primeiro verão”, que indica uma introdução da estação seguinte, o verão.

E o calor predomina no fim de semana que antecipa a chegada da nova estação. Segundo a previsão do tempo divulgada pela Sala de Alerta da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), nesta sexta-feira (20) e sábado (21) o tempo aponta para sol entre nuvens e tempo seco em todo o Estado. A temperatura estará em elevação, podendo chegar a 32º no Sertão.

No domingo (22) que dá início a nova estação, o sol deve se manter firme em todo o Estado. A temperatura máxima em Maceió e no Litoral pode chegar 29°C; 30° C, no Agreste; e 32° C, no Sertão.

“Ainda haverá uma diminuição significativa do volume de chuvas em outubro e novembro, em todas as regiões do estado. Além do aumento gradual da temperatura, principalmente das máximas, índices ultravioletas elevados e mudança da direção dos ventos”, contextualiza o meteorologista da Sala de Alerta da Semarh, Vinícius Pinho.

 No Nordeste do Brasil existem duas estações bem definidas. Uma é caracterizada pela seca e a outra pelas chuvas. Isso acontece porque, por ser uma região tropical, recebe a mesma quantidade de radiação solar durante todo o ano e, dessa forma, os comportamentos das plantas e da temperatura não se diferem tanto no período de um ano.

Ainda segundo Pinho, em Alagoas, com o início da primavera, as chuvas tendem a diminuir, enquanto que a intensidade dos ventos aumenta. É o caso do conhecido ‘Vento Nordeste’, que começa a ganhar força na metade leste de Alagoas, compreendendo a faixa litorânea.

“Esse vento tem características mais intensas, quente, dando uma sensação de abafamento. Aqui na Sala de Alerta, neste período, é comum a emissão de avisos meteorológicos decorrentes desse fenômeno, que, geralmente, provoca alguns transtornos, como quedas de árvores e engarrafamentos urbanos”, explicou.

A Sala de Alerta

 Mesmo com a chegada de uma estação mais “estável”, o papel que a Sala de Alerta desempenha é de suma importância para o Estado. Com a primavera, há a continuidade do monitoramento pluviométrico, aumento na atenção dada aos ventos, principalmente na metade leste do Estado. Com o fim do período chuvoso, a principal preocupação passa a ser o monitoramento das secas.

 A Sala de Alerta monitora os sete principais reservatórios de água de abastecimento humano de Alagoas (Carangueija, Caçamba, Bálsamo, Boacica, Jaramataia, Limeira II e Coruripe).

 Com esse trabalho são divulgados mensalmente os relatórios do monitor de secas, mostrando as áreas mais críticas que necessitam de abastecimento de água, que, através de políticas públicas, como a Operação Carro Pipa do Exército Brasileiro e o Programa de Perfuração de Poços da Semarh, beneficiam as famílias de Alagoas. 


Fonte: Ascom Semarh/AL

Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]