Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
27 de janeiro de 2020
min. 25º máx. 31º Maceió
pancadas de chuva
Agora no Painel Prefeitura de Maceió: Sai lista de servidores ativos que precisam abrir conta no Itaú
15/01/2020 às 11h00

Geral

Dez sinais de alerta de que tem que beber menos álcool

Não se recorda daquilo que fez após uma noite com os amigos, dá prioridade aos gastos com o álcool ou planeja atividades sociais só para beber umas cervejas? Muita atenção!

Beber álcool de vez em quando não é necessariamente um sinal de dependência, contudo é necessário ter atenção se o hábito não se está aos poucos a tornar uma rotina.

O Serviço Nacional de Saúde Britânico (NHS) estima que cerca de um em cada 10 homens no Reino Unido e uma em cada 20 mulheres mostra sinais de dependência do álcool, na medida em que não são capazes de executar as suas tarefas diárias adequadamente sem beber.

Os sinais de alarme que o consumo de álcool está descontrolado

"Há várias perguntas que deve fazer a você mesmo — ou talvez a um ente querido — caso ache que você ou outra pessoa tem um problema com o álcool", afirmou ao HuffPost UK Paul McLaren, psiquiatra consultor do Centro de Bem-Estar Fenchurch Street, do Priory Group, em Londres, no Reino Unido.

"Uma boa maneira de começar é entender a sua relação com o álcool. Tente evitar pensar sobre isso em termos de preto ou branco, como: 'Tenho problemas com a bebida ou não?', 'sou alcoólico?' ou 'sou fisicamente dependente?'”.

"O álcool tem o potencial de ser tóxico para qualquer pessoa que o consuma e pode ser tóxico para indivíduos diferentes de formas igualmente díspares. Entender como a sua personalidade, estratégias para lidar com o stress e a sua psicologia interagem com o álcool é tão importante quanto saber quantas unidades são recomendadas como seguras”.

McLaren explica que existem algumas perguntas que deve fazer para melhorar sua percepção sobre o tipo de relação que tem com o álcool:

- Quão importante é beber para você?

- Prefere beber em detrimento de outras atividades?

- Beber influencia outras coisas que faz no dia?

- Beber determina como viaja e para onde viaja?

- Influencia o modo como planeja o seu tempo livre e com quem convive?

- Dá prioridade ao gasto de dinheiro com álcool relativamente a outras coisas?

- 'Prepara-se' para as ressacas?

"Se as respostas a essas perguntas — sejam suas ou de um ente querido — forem positivas, então o álcool é importante e vale a pena parar para pensar sobre a sua estratégia", acrescenta o psiquiatra.

Alguns sinais de alerta que podem significar que você ou um ente querido é dependente do álcool:

1. É difícil divertir-se ou relaxar sem tomar uma bebida;

2. Ingere regularmente mais de 14 unidades por semana. O que equivale a uma garrafa e meia de vinho de baixa graduação alcoólica (11% de álcool por volume) e de seis a oito latas de cerveja (dependendo do nível de álcool);

3. Preocupa-se sobre onde vai tomar a próxima bebida e planeja eventos sociais, familiares e de trabalho em torno do álcool;

4. Sente uma necessidade compulsiva de beber e tem dificuldade em parar;

5. Sente necessidade de beber assim que acorda ou logo de manhã;

6. Tem dificuldade em lembrar do que aconteceu na noite passada devido ao consumo excessivo de álcool.

7. Tem sentimentos de ansiedade, depressão relacionada ao álcool e pensamentos suicidas.

8. Sofre de sintomas físicos de abstinência tais como suor, tremores e náuseas, que cessam quando ingere álcool.

9. Assume riscos, como por exemplo conduzir embriagado ou além do limite de velocidade.

10. Usa pastilhas ou antisséptico bucal para disfarçar o cheiro do álcool.

Caso esteja preocupado com o seu consumo de álcool não hesite em procurar um profissional de saúde.


Fonte: Notícias ao Minuto

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]