Dólar com. 5,218
IBovespa 2,00
06 de agosto de 2020
min. 23º máx. 25º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Caixa manterá calendário de saque do FGTS mesmo após fim da MP 946
01/07/2020 às 17h26

Geral

101 municípios ficam fora da segunda fase do plano de reabertura

O Governo de Alagoas iniciará, nesta sexta-feira (03), o retorno gradual de atividades econômicas não essenciais com o avanço para a segunda fase do Distanciamento Social Controlado em Maceió, saindo da Fase Vermelha (atual) para a Laranja. A decisão foi baseada na avaliação dos dados das últimas cinco semanas epidemiológicas, coletados a partir da análise dos três eixos estratégicos que compõem a Matriz de Risco: utilização da capacidade hospitalar instalada, evolução epidemiológica e taxa de evolução da Covid-19. Os demais municípios do interior do estado seguem em isolamento social (Fase Vermelha).

Durante coletiva on-line realizada nesta terça-feira (30), o governador Renan Filho pontuou que a capital apresentou consolidação de queda nas últimas cinco semanas e, por isso, a possibilidade de avanço para a fase laranja de Distanciamento Social Controlado, enquanto o interior do estado continuará em isolamento social, com prorrogação do decreto por mais 15 dias.

“Há claramente uma evolução na capital. A queda consolidada dos números da Covid-19 em Maceió demonstra que estamos controlando a pandemia, reduzindo o número de casos ativos, fortalecendo a capacidade de atender as pessoas. Por isso, o estado tomou a decisão de fazer a capital, Maceió, avançar da fase vermelha para fase laranja. Já no interior, a gente não tem essa redução com tanta clareza, por isso estamos mantendo o interior do estado na fase vermelha, para dar mais tempo para se consolidar uma tendência de queda nos próximos dias. Vamos continuar com a ampliação de leitos no interior do estado, além de intensificar a fiscalização nos municípios, sobretudo em Arapiraca e nas cidades com maior números de habitantes”, disse.

Os gestores municipais estão preocupados e sabem que sozinhos não têm como fiscalizar todo o comércio e a população. Os contingentes da guarda municipal são reduzidos e, na maioria das cidades, o efetivo civil e militar não passa de três componentes. A preocupação também é grande com as pessoas que moram no interior, principalmente na região metropolitana, e que trabalham em Maceió. Com as cidades ainda na fase vermelha, o deslocamento não será fácil, sem contar com as creches que continuarão fechadas. Se houver demissão dessas pessoas, a situação de pobreza nas cidades vai ficar ainda maior.

Com a publicação do novo decreto, fica autorizada a reabertura de lojas de ruas com até 400m² (exceto shopping centers, galerias e centros comerciais); salões de beleza e barbearias com capacidade de atendimento reduzida em 50%; além de templos, igrejas e demais instituições religiosas com funcionamento reduzido em 30% de sua capacidade. Os setores econômicos que já estavam abertos na Fase Vermelha seguem com as atividades permitidas.


Fonte: Ascom AMA com informações Agencia Alagoas

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]