Dólar com. 5,218
IBovespa 2,00
06 de agosto de 2020
min. 23º máx. 25º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Caixa manterá calendário de saque do FGTS mesmo após fim da MP 946
01/08/2020 às 10h30

Geral

Três detidos em esquema de Twitter que visou Obama, Bill Gates e a Apple

O ataque ocorreu em meados deste mês e tratava-se de um esquema para receber fundos através do Bitcoin

Reprodução

Um britânico e dois norte-americanos, um deles menor de idade, conseguiram piratear as contas de Twitter de figuras proeminentes da política, da tecnologia e de celebridades para enganar os utilizadores de todo o mundo, num esquema para receber fundos através de Bitcoin. O montante conseguido ultrapassou os 100 mil dólares de lucro.

O jovem de 17 anos foi detido nesta sexta-feira, em Tampa, no estado da Florida, e enfrenta mais de 30 acusações relacionadas com o ataque - como fraude, roubo de identidade e pirataria - , sendo considerado o líder da operação. Vai ser julgado como "como um adulto", segundo escreve a Associated Press.

Os outros dois: Mason Sheppard, de 19 anos, do Reino Unido, e Nima Fazeli, de 22, de Orlando, na Florida, também foram apanhados e serão julgados na Califórnia. Mason, que usa o nome 'Chaewon', é acusado de invadir computadores, lavagem de dinheiro e fraude eletrônica, incorre numa pena de prisão até 20 anos e uma multa de 250 mil dólares. Já Nima, que usa o nome de código 'Rolex', é acusado de invadir computadores e deverá pagar uma multa de 250 mil dólares, além de cumprir uma pena de 5 anos de prisão.

Esta foi considerada a maior falha de segurança da rede social, durou mais de duas horas e o Twitter proibiu as restantes contas verificadas de publicar durante esse período de forma a evitar que as coisas saíssem mais do controle.

Este esquema "podia ter roubado uma quantidade enorme de dinheiro das pessoas, podia ter desestabilizado os mercados financeiros na América e em todo o mundo. Como tinha acesso às contas de políticos influentes no Twitter, poderia ter prejudicado a política e a diplomacia internacional. Isto não é um jogo, são crimes sérios, com sérias consequências”, disse o procurador responsável pelo caso, Andrew Warren em coletiva de imprensa.

Como foi montado o esquema?

O Twitter já explicou como tudo aconteceu. Segundo contam, os piratas informáticos roubaram credenciais de acesso, ligaram para outros funcionários e fizeram-se passar por colegas de trabalho e membros da equipe de segurança da empresa, descobrindo as informações de acesso dos alvos com facilidade. Os hackers tinham como alvo 130 contas e conseguiram twittar de 45, acessar as caixas de entrada de mensagens diretas de 36 e fazer download dos dados de sete.

A empresa agradeceu “as rápidas ações de aplicação da lei nesta investigação” e acrescentou que “continuará a cooperar à medida que o caso progrida”. “Estamos focados em sermos transparentes e em fazer atualizações regularmente”, assegurou a empresa.

O ex-Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, o candidato democrata à Casa Branca, Joe Biden, o cofundador da Microsoft, Bill Gates, o CEO da Tesla, Elon Musk, o dono da Amazon, Jeff Bezos, o rapper Kanye West a as empresas Uber e Apple, foram alguns dos pirateados.


Fonte: Notícias ao Minuto

Todos os direitos reservados
- 2009-2020 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]