Dólar com. 5.2607
IBovespa 0.03
18 de maio de 2021
min. 23º máx. 30º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Com novas doses, Alagoas inicia imunização por idade simples a partir de 59 e 58 anos
15/04/2021 às 15h17

Geral

É falso que médicos recebam qualquer valor adicional por diagnosticar pessoas com covid-19

Homem afirma em vídeo que, por cada diagnóstico para covid-19, médicos do RS receberiam mil reais

Agência Alagoas

Um vídeo circula no WhatsApp com a informação de que, para cada caso de Covid-19, um município do Rio Grande do Sul estaria recebendo R$ 8 mil e que o médico responsável pelo atestado ganharia mil reais. As informações são falsas. Além do governo do RS informar que desconhece esses repasses, o Ministério da Saúde já informou que só repassa recursos para ações e serviços públicos de saúde.

O homem que faz a suposta denúncia não se identifica no vídeo e relata uma situação que teria acontecido com um amigo. “Me encontrei com Rafael e ele disse que passou 14 dias de atestado médico com o diagnóstico de Covid-19. Ele, a esposa e a filha receberam os três diagnósticos e passaram os 14 dias na praia. Ele disse que, para cada diagnóstico de Covid, a Prefeitura embolsa 8 mil reais e o médico que dá o diagnóstico ganha mil reais. A cada óbito a Prefeitura recebe 18 mil reais”, afirma. 

O relato acrescenta ainda que o médico, que também não é identificado, teria oferecido dinheiro para aumentar o benefício. “O médico disse que já tinha 48 mil na mão e que precisava de 50 mil. Com os três atestados ele daria mil reais ao Rafael. E foi o que aconteceu e os três foram para a praia. A Covid não vai acabar nunca assim, porque é muito dinheiro entrando”, diz o homem no vídeo. 

A Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul, porém, informou que a denúncia não procede. A informação apresentada no vídeo, de que o estado teria recebido R$ 80 bilhões do governo federal, também não é verdadeira. A Secretaria de Comunicação do Governo Federal chegou a divulgar que foram destinados R$ 40,9 bilhões ao RS, no entanto, o valor inclui recursos repassados diretamente aos cidadãos, como auxílio emergencial, repasses constitucionais anuais e suspensão de dívida com a União. “Para o enfrentamento específico da Covid-19 na saúde, o governo federal destinou R$ 567 milhões do Fundo Nacional da Saúde ao Fundo Estadual da Saúde”, esclareceu o governo gaúcho. 

Sobre os recursos enviados por cada diagnóstico ou morte causada por Covid-19, o Ministério da Saúde já desmentiu o boato, que circula em várias formas: "O Ministério da Saúde realiza o repasse de recursos para ações e serviços públicos de saúde. Esta verba é usada por secretarias estaduais e municipais de saúde para custeio dos serviços, aquisição de insumos básicos para o funcionamento dos postos de saúde e de hospitais, por exemplo, além de proporcionar equipamentos e recursos humanos a estados e municípios”.

O esclarecimento do Ministério da Saúde deixa claro que os repasses enviados aos estados e municípios não estão diretamente relacionados à quantidade de casos ou de óbitos registrados. 

O conteúdo falso tenta subestimar a gravidade da pandemia que já levou mais 361 mil vidas de brasileiros até essa quarta-feira (14), de acordo com os dados do Ministério da Saúde, sendo mais de 3.400 mortes apenas nas últimas 24 horas, como apontam dados informados pelas secretarias estaduais de Saúde . 

Alagoas Sem Fake

A editoria Alagoas Sem Fake verifica, todos os dias, mensagens e conteúdos compartilhados, principalmente em redes sociais, sobre assuntos relacionados ao novo coronavírus em Alagoas. A iniciativa tem o objetivo de combater a desinformação. O cidadão poderá enviar mensagens, vídeos ou áudios a serem checados por meio do WhatsApp, no número: (82) 98161-5890. Clique  para enviar agora.


Fonte: Agência Alagoas

Todos os direitos reservados
- 2009-2021 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]