Dólar com. 5.0894
IBovespa 0.27
20 de junho de 2021
min. 22º máx. 27º Maceió
chuvoso
Agora no Painel Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio para nascidos em março
07/05/2021 às 19h30

Geral

Ao contrário do que dizem boatos, máscaras são eficazes e seu uso é obrigatório em Alagoas

Função das máscaras é reter gotículas de saliva que podem carregar o vírus e contaminar outras pessoas ao falar ou tossir

Agência Alagoas

Circulam em Alagoas informações de que “estaria comprovado” que o uso de máscaras não ajuda na prevenção contra a Covid-19. As ideias propagadas não passam de boatos. Além de recomendações internacionais e estudos que demonstram que a máscara reduz a chance de contaminação, o uso do item é obrigatório por lei  e multas podem ser aplicadas em caso de descumprimento. 

Veja a legislação na íntegra:

No início da pandemia existiam muitas dúvidas sobre as formas de prevenção ao novo coronavírus. Com o avanço das descobertas científicas a máscara foi adotada em todo o mundo como um importante instrumento para reduzir as chances de contaminação. Apesar disso, muitos boatos tentam atrapalhar as medidas de prevenção.

A recomendação para uso de máscaras pela população em geral foi divulgada em junho de 2020, quando a Organização Mundial da Saúde (OMS), por meio da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), reconheceu a importância do uso do item de tecido por toda a população para prevenir a transmissão da doença causada pelo novo coronavírus e atualizou o seu guia de orientações a partir de evidências científicas.

Antes mesmo disso, ainda em fevereiro de 2020, o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), agência do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, já recomendava o uso de máscara e publicou, inclusive, uma pesquisa com a conclusão de que o uso de máscara e a restrição de refeições em bares e restaurantes ajudaram a diminuir a transmissão do vírus, o que reduziu as taxas do aumento de casos e de mortes. 

Outro estudo, publicado pela revista científica Royal Society Open Science, produzido por cientistas de diferentes universidades do Reino Unido, evidenciou que as máscaras são capazes de reduzir em até 99,9% o risco de espalhar as gotículas de saliva que transportam a covid-19 ao falar ou tossir. 

Em entrevista à AFP , o principal autor do estudo, Ignazio Maria Viola, especialista em dinâmica de fluidos aplicados na Escola de Engenharia da Universidade de Edimburgo, defendeu o uso das máscaras na prevenção do contágio. "Não há dúvida de que as máscaras podem reduzir consideravelmente a dispersão de gotículas potencialmente carregadas de vírus", afirmou. 

 Mesmo assim, a OMS explica e alerta que apenas as máscaras não são suficientes para evitar a disseminação do vírus. Elas são uma ferramenta a mais no combate à disseminação do vírus. "Máscaras por si só não vão proteger da Covid-19", disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus. Por isso, a importância do distanciamento social e da higienização constante das mãos com água e sabão ou álcool 70º. 

Obrigatoriedade

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei 14.019/2020, publicada no Diário Oficial da União no dia 2 de julho, que torna obrigatório o uso de máscaras no transporte público e também em prisões.

Em Alagoas, o governador Renan Filho sancionou, no dia 19 de abril, a Lei Nº 8.407, publicada em edição suplementar do Diário Oficial do Estado (DOE), que tornou obrigatório o uso de máscara de proteção contra a Covid-19 em locais públicos em todo Estado de Alagoas. O descumprimento da Lei pode acarretar multas de até R$ 505,98 para cidadãos e R$ 5.059,80 para empresas.

Alagoas Sem Fake

Com foco no combate à desinformação, a editoria Alagoas Sem Fake verifica, todos os dias, mensagens e conteúdos compartilhados, principalmente em redes sociais, sobre assuntos relacionados ao novo coronavírus em Alagoas. O cidadão poderá enviar mensagens, vídeos ou áudios a serem checados por meio do WhatsApp, no número: (82) 98161-5890. Clique aqui para enviar agora.


Fonte: Agência Alagoas

Todos os direitos reservados
- 2009-2021 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]