Dólar com. 5.2483
IBovespa -0.14
05 de agosto de 2021
min. 19º máx. 27º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Governo de AL reabre prazo para solicitar isenção da taxa de inscrição do concurso da PGE
10/06/2021 às 08h30

Geral

Ação socioambiental orienta população sobre riscos da ligação clandestina de esgoto

Explicação socioeducativo ambiental para os colaboradores da ação de combate às ligações clandestinas de rede coletora. - Ascom UGP

A Prefeitura de Maceió inicia nesta quinta-feira (10) um trabalho educativo com as comunidades que estão recebendo ações do Programa Revitaliza Maceió. A intenção é orientar sobre os riscos da ligação clandestina na rede coletora que vem sendo implantada em bairros da parte alta da cidade, promovendo a conscientização ambiental e de saúde.

Os profissionais que vão trabalhar na ação socioeducativa passaram por um treinamento nesta quarta-feira (9) para melhor interagir com a população, recebendo instruções sobre os cuidados com o meio ambiente e consequências da ligação clandestina, que traz risco de saúde à população.

“O objetivo é evitar essa prática irregular e, assim, conscientizar a população sobre os riscos das ligações clandestinas de esgoto para o meio ambiente e, principalmente, os riscos para a saúde, uma vez que pode gerar doenças, além de sujeira, proliferação de odores e de insetos”, ressaltou Patrick Leite, gerente socioambiental da Unidade de Gerenciamento do Programa (UGP).

No trabalho socioeducativo, os profissionais vão explicar sobre a importância de aguardar o contato da Prefeitura junto à concessionária de saneamento para fazer a ligação da rede coletora para as residências. A medida pretende evitar problemas como extravasamento de esgoto em via pública e retorno do esgoto lançado às residências, que são práticas ilegais. Também serão aplicados questionários sobre proteção do meio ambiente e saúde pública.

As ações socioeducativas ambiental fazem parte do projeto da Unidade de Gerenciamento do Programa (UGP) e têm início nesta quinta-feira (10) no bairro do Clima Bom. Os trabalhos de conscientização no bairro devem acontecer durante quatro dias, no horário de 8h às 16h.

O projeto segue, posteriormente, para os bairros do Tabuleiro do Martins, Santa Lúcia, Clima Bom e Cidade Universitária.


Fonte: Ascom UGP

Todos os direitos reservados
- 2009-2021 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]