Dólar com. 5.007
IBovespa -0.93
18 de junho de 2021
min. 21º máx. 27º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel SMTT altera sentido de ruas no bairro de Mangabeiras a partir deste sábado (19)
11/06/2021 às 12h30

Geral

Marechal: com a privatização do SAAE, prefeito garante os empregos de todos funcionários efetivos do órgão

Os servidores serão realocados e efetivados na Prefeitura de Marechal Deodoro, até a aposentadoria. A iniciativa tem por objetivo garantir o emprego e a renda de todos os funcionário concursados do SAAE

Wellington Alves/Divulgação

O prefeito de Marechal Deodoro, Cláudio Filho Cacau, anunciou aos servidores do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE) que, após a privatização do órgão, todos funcionários concursados serão realocados para trabalhar, efetivamente, no executivo municipal. Desde o anúncio da privatização, Cacau se posicionou contra a venda do órgão e vem trabalhando junto a Câmara de Vereadores e o Sindicato dos Urbanistas para garantir o emprego e a renda de todos os servidores efetivos da instituição.

O anúncio foi feito na tarde desta quinta-feira (10) em reunião com os servidores do SAAE que, há meses, sofria com a possibilidade de perder o emprego e a estabilidade. Na ocasião, o prefeito Cacau falou do trabalho e do compromisso com a categoria, e garantiu o amparo e a permanência dos servidores concursados.

"Eu quero anunciar que vamos absorver [Prefeitura] todos vocês com os salários mantidos, até a aposentadoria. Vocês vão ter a garantia de continuar trabalhando até se aposentar, recebendo seu salário de forma digna e honesta. Eu quero reafirmar esse compromisso. Para as funções que não tem cargos na Prefeitura, vamos realocar para outras funções, em um consenso com cada um de vocês. E para quem não tem qualificação para essa nova função, a Prefeitura vai arcar com a qualificação de vocês", garantiu o prefeito.

A entrada de uma empresa para a administração do SAAE foi anunciada para o dia 01 de julho deste ano. De imediato, o prefeito reuniu uma comissão e conseguiu adiar para o dia 01 de setembro. O tempo servirá para que o executivo municipal possa se organizar para absorver todos os efetivos. Presente desde o início da causa, a sindicalista Dafne Orion, representante do Sindicato dos Urbanistas, falou da iniciativa do prefeito e da Câmara de Vereadores na luta pelos trabalhadores.

"O prefeito Cacau tentou [evitar a privatização]. Nós somos testemunhas. [Marechal Deodoro] foi o único município que resistiu à privatização do SAAE: isso precisa ficar registrado. Nenhum outro [município] veio para a luta com a gente. Nós tentamos, até o último momento, manter o SAAE público. No início, conseguimos uma liminar para suspender o leilão: ninguém conseguiu isso também. Agora, a saída que estamos tentando em conjunto é para garantir o trabalho de vocês", afirmou a sindicalista.

A iniciativa contou com a ajuda da Câmara de Vereadores de Marechal Deodoro, por meio do presidente André Bocão; do Sindicato dos Urbanistas; e do presidente do SAAE, Thiago Gondim.

TRANSIÇÃO.

Até o dia 01 de setembro, a Prefeitura de Marechal Deodoro irá realocar todos os servidores concursados do SAAE para Secretarias Municipais, mudando de celetistas para estatutários. A realocação dos servidores serão efetivadas, como de um concurso público, até a aposentadoria dos mesmos.

Para os cargos em que não há vagas no município, como os leituristas, o executivo ofertará opção de outras áreas e capacitações para que o servidor se adeque e se sinta confortável na nova função. Para os funcionários que não quiserem ser realocados, o Município também irá realizar um Plano de Demissão Voluntária (PDV).

"Vocês podem contar com a Prefeitura. Compromisso dito é compromisso firmado, e nunca abandonaremos o deodorense e nem o servidor público. Estamos com vocês", finalizou o prefeito.


Fonte: Secom Marechal Deodoro

Todos os direitos reservados
- 2009-2021 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]