Dólar com. 4.9335
IBovespa 0.58
27 de fevereiro de 2024
min. 23º máx. 32º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel BID e Banco Central assinam termo para apoiar investimentos verdes
01/04/2022 às 19h30

Geral

Sinfra compra refletores para melhorar a iluminação no Campus A.C. Simões

Equipes começam a instalar na próxima quarta-feira após definição, junto com o DCE, sobre os pontos mais críticos

Reunião de gestores, realizada na quinta-feira (31), com o representante do DCE, Gabriel Ferreira

Com a volta das aulas presenciais, após dois anos de atividades remotas, começam a surgir os antigos problemas relacionados à segurança no Campus A.C. Simões, principalmente à noite. Para melhorar a circulação pelas ruas e prédios do local, a Superintendência de Infraestrutura (Sinfra) da Universidade Federal de Alagoas vai começar a instalação de refletores nos pontos considerados mais críticos, onde a iluminação precisa ser reforçada.

A Sinfra fez a compra de refletores e, junto com representantes do Diretório Central dos Estudantes (DCE), vai definir os locais mais críticos apontados pelos discentes. Paralelo a isso, a Ufal também já entrou em contato com a Prefeitura de Maceió solicitando que a Superintendência Municipal de Energia e Iluminação Pública retome o trabalho de revisão e substituição sistemática das lâmpadas da iluminação pública nas vias do campus, conforme o item 9 do Termo de Cessão n° 001/2006. “Já encaminhamos ofício para que a Prefeitura retome os serviços em cumprimento deste termo de cessão, que obriga o município a promover várias ações no campus, como manutenção da iluminação e poda de árvores”, disse o superintendente da Sinfra, Felipe Paes.

A iluminação precária no Campus A.C. Simões, que acaba por promover mais insegurança, foi um dos pontos de pauta da reunião realizada na quinta-feira (31) com o DCE. O pró-reitor Estudantil, Alexandre Lima, conduziu o encontro que contou com a presença do representante estudantil, Gabriel Ferreira, da professora e pesquisadora Elaine Pimentel, diretora da Faculdade de Direito de Alagoas (FDA) e presidente do Fórum de Diretores de Unidade Acadêmicas; de Janda Alencar, coordenadora de Extensão da Proex; do professor Théo Fortes, assessor do Gabinete do Reitor; de Robson Carlos, fiscal do contrato de Segurança; Felipe Paes e Valter Quirino, da Sinfra; do pró-reitor de Gestão Institucional, Jarman Aderico; e do chefe de Gabinete, Ubirajara Oliveira.

A professora Elaine Pimentel destacou a importância da aproximação e do diálogo com o DCE para buscar solução para o problema da falta de iluminação no campus. ”Essa parceria é fundamental e também ouvir toda a comunidade é importantíssimo. É necessário esse trabalho de interlocução e diálogo do reitor Josealdo Tonholo com a Polícia Militar. Acredito que seria interessante, quem sabe, o Ronda nos Bairros. Estou aqui, principalmente, como professora e pesquisadora nessa área de segurança, mas vou levar essa temática para o Fórum dos Diretores”, reforçou.

Elaine Pimentel disse que já fez parte da Comissão de Segurança e sugeriu que seria uma boa hora para reativá-la. O chefe de Gabinete, Ubirajara Oliveira, defende o resgate das ações já aprovadas. Ele vai pontuar o que já foi encaminhado pela Comissão e atualizar as demandas, inclusive a interlocução com os órgãos de segurança pública.

“É interessante respeitarmos o que já foi produzido porque não precisamos partir do zero. Já tínhamos a ideia de eventos para conversar com a comunidade sobre essa problemática. Lembro que a comissão mapeou da seguinte forma: medidas imediatas, mediatas e de longo prazo. Vamos em busca das atas das reuniões realizadas. Estou à disposição para o que for necessário”, reforçou a professora Elaine.

O DCE solicitou a reunião com a gestão e, além da pauta sobre iluminação no campus e segurança, Gabriel Ferreira também apresentou outros pontos como a falta de bebedouros nos blocos de aula; as filas no Restaurante Universitário (RU); a falta de transporte para os alunos do interior e as condições das calçadas do A.C. Simões. O representante estudantil agradeceu o espaço aberto para discutir a problemática vivida pelos alunos e também destacou a importância desse diálogo com a gestão da Universidade.

O pró-reitor Estudantil informou que em relação à solicitação do DCE de não mais haver filas do lado de fora do RU nos horários das refeições, tanto pela chuva quanto pelo sol forte. Alexandre Lima informou que já foram providenciadas três tendas e há possibilidade de colocar mais, porque, independente da pandemia, já havia a intenção da gestão do RU de as filas não ficarem mais dentro do restaurante. “Agora, os comensais também têm a opção de não almoçar dentro do RU. Qualquer um pode pegar sua quentinha e escolher outro local do campus”, reforçou.

Sobre a volta dos bebedouros nos blocos, Valter Quirino disse que, com a contratação da empresa de manutenção, já está sendo possível consertar os bebedouros e colocá-los de volta nos locais de onde foram retirados. “Até sexta-feira da próxima semana eles estarão de volta”, completou.

O ponto de pauta sobre o transporte para os alunos do interior, o estudante Gabriel lembrou que todo início de ano esse problema volta a rondar a vida dos discentes, porque as prefeituras retiram os ônibus que fazem o transporte para as cidades onde a Ufal está instalada. O professor Théo Fortes reforçou que esse é um trabalho de articulação da gestão e dos diretores dos campi fora de sede para sensibilizar os prefeitos. Esse ponto não foi fechado porque depende de fatores externos, mas será pauta para outras reuniões.


Fonte: Ascom Ufal

Todos os direitos reservados
- 2009-2024 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]