Dólar com. 5.3762
IBovespa 8
14 de junho de 2024
min. 23º máx. 32º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel STJ anula provas contra dois investigados pela Lava Jato
19/05/2023 às 06h00

Geral

Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica acontece nesta sexta (19)

Alagoas, que bateu recorde de medalhas no ano passado, participa com 132 escolas da rede estadual

A prova tem duração de duas horas para o nível fundamental e três horas para o nível médio e contém 10 questões de múltipla escolha - Ascom Seduc

Estudantes de todo o Brasil se preparam para a edição 2023 da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA), que é realizada anualmente pela Sociedade Astronômica Brasileira, em parceria com a Agência Espacial Brasileira. Esta é a 26ª edição da olimpíada, que busca difundir os conhecimentos astronômicos básicos, de forma lúdica e cooperativa, promovendo também ações em planetários, mostras e clubes de astronomia e ciências em escolas por todo o país. Em Alagoas, 627 escolas públicas e privadas estão inscritas, sendo 132 da rede estadual.

A OBA é aplicada nas próprias escolas, em uma única fase, para estudantes dos ensinos fundamental e médio. A prova, que contém 10 questões de múltipla escolha, tem duração de duas horas para o nível fundamental e três horas para o nível médio.

Ao final, todos os alunos recebem um certificado de participação, bem como os professores e diretores escolares envolvidos no processo. Com o resultado previsto para o dia 30 de junho, os primeiros colocados de cada nível ainda receberão medalhas.

Esta sexta-feira também é data-limite para o lançamento de foguetes da Mostra Brasileira de Foguetes, realizada anualmente pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, em parceria com a Agência Espacial Brasileira, com o objetivo de fomentar o interesse pela Astronáutica, Física e Astronomia em estudantes da educação básica.

Nesta etapa da competição, alunos dos ensinos fundamental e médio usam os foguetes, produzidos a partir de garrafas plásticas recicláveis, em lançamentos que medem a capacidade de velocidade e a distância percorrida de cada protótipo.

Resultados

Com a participação de 40.135 estudantes nas duas competições, Alagoas contabilizou 662 medalhas em 2022, sendo 346 na Olimpíada Brasileira de Astronomia (OBA) e Astronáutica e 316 na Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG). Pela rede estadual, foram 162 medalhas, sendo 60 na OBA e 102 na MOBFOG, sendo 62 ouros, 55 pratas e 45 bronzes.


Fonte: Agência Alagoas

Todos os direitos reservados
- 2009-2024 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]