Dólar com. 4.9377
IBovespa 0.58
22 de fevereiro de 2024
min. 23º máx. 32º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Empresários afetados por reoneração da folha cobram devolução de MP
28/11/2023 às 12h00

Geral

Prefeitura investe mais de R$ 4 milhões nos Caps para otimizar e ampliar a assistência

Reformas nos Centros de Atenção Psicossocial de Maceió visam melhorar o atendimento e suprir a crescente demanda de usuários no setor de saúde mental

O término das reformas está previsto para acontecer entre os meses de fevereiro e março de 2024. - Cortesia

Empenhada em garantir a assistência adequada aos maceioenses nas diversas áreas da saúde, a Prefeitura de Maceió está fazendo um investimento de R$ 4,1 milhões na reforma dos cinco Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) do Município. Além de proporcionar conforto e segurança aos usuários e profissionais, a iniciativa visa qualificar os serviços para abranger a crescente demanda na área dos cuidados com a  saúde mental.

“A gestão municipal vem se empenhando em abranger todas as áreas da assistência em saúde e tem contemplado inúmeros equipamentos com investimentos na recuperação estrutural dos mesmos. E na atenção psicossocial, esse cuidado tem se estendido também à contratação de profissionais, para que a população tenha acesso ao atendimento que merece e necessita”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Luiz Romero Farias.

As obras de reforma já foram iniciadas nos Caps Sadi Feitosa de Carvalho (localizado na Chã de Bebedouro), AD Dr. Everaldo Moreira (no Farol), no Caps Infanto Juvenil Dr. Luiz da Rocha Cerqueira (na Serraria) e  no Dr. Rostan Silvestre (situado na Jatiúca). Na semana que vem, será a vez do Caps Enfermeira Noraci Pedrosa (no Jacintinho) iniciar sua reestruturação.  Nas intervenções, serão realizados ajustes em todos os ambientes das estruturas, como telhados e instalações elétricas e hidrossanitárias. 

Atendimento adaptado

De acordo com Roseane Farias, coordenadora técnica de Atenção Psicossocial da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), para realizar as intervenções nos CAPS de Maceió, as unidades passarão por mudanças no atendimento de rotina dessas unidades, a fim de prezar pelo bem-estar e saúde de todos durante as obras. 

Roseane explica que todo o processo de trabalho foi reorganizado, para que o barulho, a poeira, a utilização de produtos de cheiro forte e o necessário desligamento de aparelhos de ar condicionado sejam minimizados na rotina terapêutica e atendimentos dos usuários. Dessa forma, a equipe vem adequando a logística das atividades ao andamento das obras, assegurando o funcionamento dos serviços e o atendimento de antigos e novos usuários.

“Os serviços não irão parar. Consultas e a dispensação de medicamentos permanecem. O que mudamos foi a logística da entrada no serviço pois, para um primeiro atendimento no local, agora será necessário um contato prévio por telefone com o serviço”, recomenda Roseane Farias. 

Foram definidas ainda como alternativas paralelas o remanejamento de consultórios para salas improvisadas nas próprias unidades e reuniões terapêuticas coletivas. Além disso, o Caps Sadi Carvalho, seguirá normalmente com suas atividades externas, como o atendimento domiciliar.

De acordo com o cronograma das obras, as reformas nos Caps têm previsão de término entre os meses de fevereiro e março de 2024. 


Fonte: Ascom SMS

Todos os direitos reservados
- 2009-2024 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]