Dólar com. 3,791
IBovespa 0.86
18 de março de 2019
min. 27º máx. 33º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Polícia identifica turco de 37 anos como suspeito de ataque na Holanda
11/01/2019 às 07h27

Política

Decisão de Gleisi de participar da posse de Maduro dividiu o PT

Parte dos dirigentes e militantes da sigla entendia que bastaria uma carta ou nota de parabenização ao venezuelano

A presença da presidente do PT, Gleisi Hoffmann, à cerimônia de posse do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, causou discordâncias internas no partido.

Parte dos dirigentes e militantes da sigla entendia que bastaria uma carta ou nota de parabenização a Maduro. A ala que apoiou a viagem, porém, argumentou, segundo a Folha de S. Paulo, que o ato seria estratégico pelo viés político, tendo em conta a oposição ao governo venezuelano protagonizada pelo presidente brasileiro, Jair Bolsonaro.

Em nota distribuída na quinta-feira (10), Gleisi alegou que a eleição de Maduro foi legítima, constitucional e pelo voto popular, e que sua presença na posse foi referenciada pelo ex-presidente Lula. 


Fonte: Notícias ao Minuto

Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]