Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
26 de maio de 2019
min. 22º máx. 31º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Tremor de magnitude de 8,1 graus abala noroeste do Peru
15/03/2019 às 12h00

Política

Cibele Moura defende aumento da participação da mulher no processo eleitoral

Para a deputada, cota mínima estabelecida em lei precisa ser ampliada

A deputada estadual Cibele Moura (PSDB) repudiou, nessa quinta-feira (14), durante sessão na Assembleia Legislativa Estadual (ALE), projeto de lei de autoria do senador Ângelo Coronel (PSD/BA), que prevê a extinção da cota mínima de 30%, por partido ou coligação, para candidaturas de mulheres nas eleições proporcionais. 

Em aparte ao pronunciamento da deputada Jó Pereira (MDB), que levou o tema ao Plenário, Cibele falou da importância do debate. “É muito importante esse tema nesta Casa, principalmente agora que a gente tem cinco mulheres na bancada feminina, e é uma honra estar aqui junto com todas vocês”, disse, ao contestar o senador baiano. “Os dados mostram que em termos de participação feminina no ranking mundial, de 186 países, o Brasil está em 161. Ou seja, a participação das mulheres no processo eleitoral no País ainda é muito precária”, disse.   

Para Cibele, em vez de acabar com a cota, é preciso ampliar o número de mulheres na política. “A gente precisa de mais mulheres na política, de mais mulheres neste Parlamento. Para se ter ideia, a mulher só adquiriu o direito de votar e ser votada, de participar da política, há pouco mais de 85 anos. É muito recente. Ainda estamos caminhando”, ressaltou.   

Ela lembrou que em 1934, a Assembleia de Alagoas “recebeu Lily Lages,  a primeira deputada estadual. “E hoje a gente tem a maior bancada feminina da história, com cinco mulheres. Espero que nas próximas legislaturas tenha mais mulheres aqui dentro, para a gente poder defender as nossas pautas, as nossas bandeiras, as bandeiras da mulher alagoana, como vamos fazer na segunda-feira, na nossa sessão especial, tratando da violência contra mulher”, disse.   

A deputada entende que a mulher tem que participar de igual por igual com os homens na política. Ela assinou, com as demais integrantes da bancada feminina da Casa, moção de repúdio ao PL do senador baiano.


Fonte: Assessoria

Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]