Dólar com. 5.6128
IBovespa 0.58
07 de dezembro de 2021
min. 24º máx. 33º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Boletim Covid-19: Alagoas registra 43 novos casos e duas mortes
07/10/2021 às 16h00

Política

Câmara recomenda e presidente da AMA apoia reabertura de agencias do BB

Relator da Comissão de fiscalização da Câmara recomenda reabertura de agencias do BB. Fechamento foi denunciado pelo presidente da AMA pelas trágicas consequências para a população.

Divulgação

O relator da Comissão de Fiscalização Financeira e Controle da Câmara, deputado Hildo Rocha recomendou, como resultado do trabalho de apuração sobre o fechamento de agências do Banco do Brasil, uma Indicação Parlamentar, a reabertura das agências em  defesa dos interesses da população. A indicação de número 1084/2021, já está tramitando  nos termos do artigo 113, inciso I e §1º, do Regimento Interno da Câmara dos Deputados. O relator aponta como justificativa o fato da dependência econômica da população, principalmente de cidades pequenas do interior brasileiro.

No início do ano, o presidente da AMA, Hugo Wanderley, repudiou publicamente e denunciou o fechamento de agências e postos do Banco do Brasil nos municípios. Pelo menos 10 municípios tiveram suas agências ou postos de atendimentos.

Com apoio da CNM, da bancada federal e o envolvimento dos prefeitos, o presidente da Comissão de Fiscalização da Câmara entrou no movimento cobrando explicações do Banco e fazendo visitas e inspeções por todo o país par apurar o fechamento sistemático e sem planejamento prévio.

O deputado justificou o pedido afirmando que desde sua criação até hoje é uma instituição financeira importante por seu alcance social a mais de 66 milhões de pessoas. Grande parte das cidades brasileiras depende da atuação do banco, seja porque têm folha de pagamento , pelo fato dos repasses do FPM. No interior a existência de agência física do Banco do Brasil é de fundamental importância para fomentar os negócios, inclusão financeira de cidadãos e atividades comerciais.

Segundo o relatório, a atuação do Banco do Brasil torna-se tanto mais incompreensível quando comparada com o desempenho da Caixa Econômica Federal, que, cumprindo seu mandato de banco público, tem se empenhado em fortalecer sua presença em municípios. Enquanto o Banco do Brasil fechou 391 agências apenas no primeiro semestre deste ano, a Caixa Econômica Federal anunciou plano de expansão com  abertura de 268 agências no país, das quais 70 serão abertas no Nordeste.


Fonte: Ascom AMA

Todos os direitos reservados
- 2009-2021 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]