Dólar com. 5.0967
IBovespa 0.58
16 de agosto de 2022
min. 23º máx. 32º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Eleições 2022: TSE recebeu 12 registros de candidaturas para presidente
02/06/2022 às 18h30

Política

Leonardo Péricles, pré-candidato à presidência pela UP, vem à Alagoas lançar pré-candidaturas do estado

Na programação, uma visita aos moradores que resistem nos bairros atingidos pela mineração da Braskem

Divulgação

Leonardo Péricles,  40 anos, mineiro de Belo Horizonte, morador da Ocupação Urbana Eliana Silva, é o pré-candidato à presidência da República, pela Unidade Popular pelo Socialismo, o mais novo partido do Brasil, que conseguiu o registro em 10 de dezembro de 2019,  após uma maratona de dois anos para alcançar 1,2 milhões de assinaturas de apoiamento. Ele vai estar em Alagoas nos dias 6 e 7 de junho.

O pré-candidato está em caravana pelo país, para divulgar as principais propostas da UP para o Brasil, que incluem revogação das reformas trabalhista e previdenciária, o fim das privatizações, a auditoria cidadã da Dívida Pública, a redução da jornada de trabalho, o congelamento do preço dos alimentos e o fim da carestia, a defesa das reformas urbana e agrária, tributação socialmente justa com taxação das grandes riquezas e a defesa de uma Assembleia Nacional Constituinte com ampla participação popular.

Leonardo Péricles inicia a agenda na segunda-feira (6), às 8h, com entrevistas agendadas na imprensa local. Às 11h, o pré-candidato vai para Bebedouro, conhecer de perto o drama da desocupação forçada pelo crime ambiental provocado pela Braskem. Ele quer conversar com moradores e moradoras que ainda resistem no bairro e que estão para ser expulsos de suas casas, sem indenização, por decisão judicial.

No período da tarde, o pré-candidato à presidência pela UP visita a Vila Emater e conversa com catadores de materiais recicláveis. À noite, Léo Péricles se reúne com dirigentes estaduais e municipais da UP para debater a situação política do país e as tarefas da Unidade Popular na organização da classe trabalhadora, no enfrentamento à pobreza e a fome que assola o país. São 17,5 milhões de famílias brasileiras vivendo com renda per capita mensal de até R$ 105, segundo dados de fevereiro deste ano, do Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico).

Na terça-feira (7), Léo Péricles seguirá para Palmeira dos Índios. Ele vai conhecer Maria José, indígena da etnia Xucuru-kariri, que mora na mata da Cafurna, mãe do Cacique Carlinhos, líder de um grupo do povo Xucuru que ocupa um território em Brumadinho (MG). Péricles conheceu o cacique em recente visita aos povos indígenas de Minas Gerais. Depois da visita, o candidato vai participar de reunião com apoiadores na cidade e conceder entrevista às rádios da região.

Durante à tarde, de volta à Maceió, Léo Péricles participa da roda de conversa com estudantes da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), sobre os recentes congelamentos no orçamento das Instituições Federais de Ensino Superior, o que está provocando um corte nos programas de acesso e permanência das camadas populares na Universidade. O tema da conversa é em defesa das cotas e da Universidade Pública.

Leonardo Péricles finaliza a programação em Alagoas participando do lançamento das pré-candidaturas da UP em Alagoas: a jornalista Lenilda Luna será pré-candidata à deputada federal e a catadora de materiais recicláveis, Vânia Gomes, vai concorrer à deputada estadual. O lançamento está marcado para 19h, no espaço do Rex Bar, na rua Sá e Albuquerque, Jaraguá.


Fonte: Assessoria UP/AL

Todos os direitos reservados
- 2009-2022 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]