Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
24 de junho de 2019
min. 21º máx. 28º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Produção siderúrgica cai 1,5% nos cinco primeiros meses do ano
20/03/2019 às 16h30

Geral

Justiça condena Editora Abril por assinatura de revista não solicitada

Autora da ação participou de um sorteio na porta da faculdade onde estudava; seis meses depois, passou a receber cobranças

A juíza Denise Lima Calheiros, do 6º Juizado Especial Cível da Capital, condenou a Editora Abril (Abril Comunicações S/A) ao pagamento de R$ 2 mil a uma mulher por danos morais após cobranças indevidas. A decisão foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico dessa terça-feira (19).

De acordo com a sentença, a autora da ação participou de um sorteio da empresa, sem nenhum contrato de adesão, na porta da faculdade onde estudava, em 2016. Seis meses depois, a vítima passou a receber cobranças em seu cartão de crédito pela assinatura de revistas da Editora. 

Na decisão, a juíza afirma que “o demandado (editora) refuta as alegações da demandante (consumidora) sustentando que a mesma entregou o cartão e contratou a revista, no entanto não junta nenhum contrato assinado pela demandante, comprovando que houve a prática de ato ilícito por parte do demandado”. 

Além da indenização, a Editora deve pagar também R$ 140,20, que é o dobro do valor cobrado indevidamente.


Fonte: Dicom TJ/AL

Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]