Dólar com. 3,888
IBovespa -1.98
14 de outubro de 2019
min. 23º máx. 31º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel MP requer ao Judiciário que afaste novamente Arnaldo Higino do cargo de prefeito
17/06/2019 às 16h00

Geral

Prefeitura de Maceió participa em Brasília de seminário sobre drogas

Seminário Intersetorial de Prevenção, Conscientização e Combate às Drogas. - Marina Toledo/SMG

A Prefeitura de Maceió participou, entre os dias 10 e 11, em Brasília, do Seminário Intersetorial de Prevenção, Conscientização e Combate às Drogas, realizado pelo Ministério da Cidadania.  O evento tratou sobre a Nova Política Nacional sobre Drogas, o papel da família no tratamento de dependentes químicos, a violência doméstica e os programas de prevenção ao uso de drogas, entre outros. O Município foi representado pela assessora especial de Política Sociais da Secretaria Municipal de Governo (SMG) e presidente do Conselho Municipal de Política e Ações sobre Drogas, Marina Toledo.

O evento é realizado em parceria com os ministérios da Justiça e Segurança Pública, Defesa, Infraestrutura, Educação, Saúde e Mulher, Família e Direitos Humanos.

A assessora especial de Política Sociais da SMG e presidente do Conselho Municipal de Política e Ações sobre Drogas, Marina Toledo, explicou que o evento serviu para entender mais sobre como o novo governo formulou as novas diretrizes de enfrentamento dos entorpecentes (ilícitos e lícitos), além de conhecer as medidas que poderiam ser tomadas.

“O encontro ajudou a trocar experiência com várias pessoas que trabalham no âmbito dessa problemática. Além disso, foi uma oportunidade pra conhecer a nova política de combate às drogas, que agora foca na promoção da abstinência, antes era a redução de danos. A partir do que foi apresentado lá, a gente precisa publicizar essa nova política, direcionando o Município para adoção de ações voltadas para a temática. Já pensamos em fazer uma parceria com o Detran sobre a conscientização contra às drogas lícitas no trânsito, além de outras ações”, destacou.

Entre outros pontos, o novo governo entende que é preciso reconhecer a necessidade de tratar o tabagismo, o uso de álcool e outras drogas também como um problema concernente à infância, adolescência e juventude, de modo a evitar o início do uso, além assistir os que são dependentes dessas substâncias.

A nova Política Nacional sobre Drogas, lançada em abril pelo governo federal por meio de um decreto presidencial, e a lei que altera o Sistema Nacional de Políticas Públicas Sobre Drogas (Sisnad), sancionada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, preveem medidas como a internação involuntária de usuários de drogas, o reforço do trabalho executado pelas comunidades terapêuticas e a ampliação da pena imposta a traficantes.


Fonte: Secom Maceió

Todos os direitos reservados
- 2009-2019 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]