Dólar com. 5.5986
IBovespa -1.98
28 de fevereiro de 2021
min. 25º máx. 30º Maceió
pancadas de chuva
Agora no Painel Alerta é emitido para pancadas de chuva acompanhadas de rajadas de vento no Litoral e Zona da Mata
18/01/2021 às 16h30

Geral

Com 156 bi de litros, Casal tem produção recorde de água, mesmo durante a pandemia

Dados refletem a dedicação dos funcionários, que não pararam de trabalhar

Técnicos trabalhando em laboratórios da Eta Ptaragy - Ascom Casal

Cento e cinquenta e seis bilhões, cento e setenta e dois milhões, setecentos e cinco mil e quatrocentos e sessenta litros. Este foi o volume total recorde de água produzido pela Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), na capital e no interior, no ano de 2020.

Em Maceió, a produção do líquido ficou em setenta e um bilhões, quinhentos e treze milhões, quatorze mil e 20 litros, enquanto que nos demais 76 municípios a soma é de 84 bilhões, 659 milhões, 691 mil e duzentos e sessenta litros, incluindo-se neste montante os sistemas coletivos do Agreste, Bacia Leiteira e Sertão. No ano de 2019, a água produzida na capital e no interior ficou na casa de 152.188.300.200L, sendo 69.793.800.100L e 82.394.500.100L, respectivamente.

Os dados refletem a dedicação dos funcionários da empresa que, mesmo diante da pandemia, não pararam de trabalhar para garantir o abastecimento de água de qualidade e coleta de esgoto sanitário à população de 77 municípios de Alagoas.

Segundo o presidente da Casal, Clécio Falcão, o fornecimento de água está sendo feito de forma contínua e obedecendo todos os cuidados de segurança desde o início dessa onda da covid-19. “Nossos técnicos trabalham diuturnamente nas estações, nos escritórios e no campo mantendo todas as regras de higiene contra o coronavírus. Nossa preocupação sempre é manter uma boa produção de água de qualidade para atendermos aos nossos clientes de maneira satisfatória”, ressaltou.

Para que a água chegue à casa do consumidor passa por diversas etapas desde a captação, incluindo coagulação, floculação, filtração e a adição de cloro. Todo o processo é feito por técnicos da Companhia com o emprego das mais novas tecnologias de controle e monitoramento, usando as técnicas modernas da spectrofotometria, colorimetria e cromatografia com o que há de mais moderno na pesquisa de íons.

Dentro da classificação de água potável, a Casal mantém um padrão de referência no monitoramento da qualidade da água no Estado, obedecendo o Anexo XX da Portaria de Consolidação nº 5, de 28 de setembro de 2017, do Ministério da Saúde (MS), que dispõe sobre os procedimentos de controle e de vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade.

O controle do processo de qualidade, onde monitora mais de 27 parâmetros, é feito por cerca de vinte e cinco profissionais do laboratório de análise de água e esgoto, que funciona na área da Estação de Tratamento de Água (ETA) Pratagy, no Benedito Bentes, em Maceió. Nos outros municípios, as análises são feitas pelos laboratórios instalados em cada unidade de negócio da Companhia.

Para o gerente de Controle da Qualidade do Produto da Casal, Alfredo Brechó, a água distribuída pela empresa é excelente. “Nossos laboratórios são equipados com o que há de mais moderno em tecnologia internacional para análises microbiológicas, bacteriológicas e físico-químicas. Nossa preocupação é para que a água chegue confiável na casa de cada consumidor”, salientou.


Fonte: Agência Alagoas

Todos os direitos reservados
- 2009-2021 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]