Dólar com. 4.9938
IBovespa 0.58
24 de fevereiro de 2024
min. 23º máx. 32º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Vigilância Sanitária apreende 500 kg de produtos vencidos na Levada
10/12/2023 às 21h38

Geral

Prefeito prega unidade política para minimizar danos causados por mina da Braskem

Gestor se reuniu com o Estado para definir próximas ações

Itawi Albuquerque/ Secom Maceió

Em coletiva de imprensa realizada neste domingo (10), o prefeito de Maceió, JHC, pregou a unidade política para minimizar os danos causados pelo rompimento da mina 18, no Mutange. JHC também se reuniu com representantes do governo do Estado para tratar sobre os próximos passos que devem ser seguidos após o colapso da mina.

“A unidade política é fundamental para definir as ações para os próximos passos. Precisamos unir esforços para chegar a uma solução. Fiquem tranquilos, e qualquer informação que for necessária compartilhar com a população vamos compartilhar”, disse.

Ele também explicou que nenhum dos equipamentos da Defesa Civil registram alerta máximo.

“O fenômeno aconteceu e foi um movimento concentrado e local naquela área. Nenhum dos nossos equipamentos registrou alerta máximo. O momento é de união e é por isso que a Prefeitura de Maceió tem trazido as informações para a imprensa, com responsabilidade para que possamos conduzir esse momento da maneira mais adequada possível, ressaltou JHC.

O prefeito também afirmou que os moradores do Bom Parto e Flexal serão incluídos no termo de compensação da Braskem.

“Vamos discutir todos os pleitos que os moradores estão nos trazendo para amparar esses moradores nesse momento de aflição. A população acaba transmitindo a nós, e aqui a nossa função é estarmos próximos, para que essas angústias chegam até nós. A Prefeitura de Maceió desempenhará esse papel para esclarecer o que precisa ser esclarecido”, reforçou.

O secretário de Governo do Estado, Victor Pereira, afirmou que o objetivo do estado é garantir a segurança. “Vamos pressionar a Braskem para aumentar a área afetada, como os Flexais, Bom Parto e comunidade Marquês de Abrantes. Não se sabe o impacto ambiental do rompimento da mina, mas vamos recolher a maior quantidade de informações para fazer um diagnóstico”, disse.

Além das ações da Prefeitura de Maceió na área da mina 18, a Aeronáutica tem atuado no controle de espaço aéreo, para restringir voos de drone na região. E está também preparada para apoiar em caso de necessidade de deslocamento aéreo de carga. Também há previsão de um espaço aéreo condicionado em caso de sinistro.

Participaram da reunião os vereadores Galba Netto, João Catunda, os deputados federais Fábio Costa e Alfredo Gaspar. E representando o governo o coronel Moisés, Major Átila, coronel André Madeiro, do Gabinete Militar, e o secretário de Governo do Estado, Victor Pereira.


Fonte: Secom Maceió

Todos os direitos reservados
- 2009-2024 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]