Dólar com. 4.9551
IBovespa 0.58
28 de fevereiro de 2024
min. 23º máx. 32º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel PL destitui assassino de Chico Mendes de diretório do partido no PA
12/12/2022 às 14h40

Blogs

Transição da confusão

Ricardo Stuckert

PARA REFLETIR

“ A única coisas que devemos temer  é o próprio medo”  ( Winston Churchill, que derrotou o fascismo)

Transição da confusão

Com 417 pessoas trabalhando na transição, o novo governo deveria acender uma luz vermelha para uma encrenca que aparecerá nos primeiros dias de janeiro. O Brasil deve US$ 84,5 milhões para pagamento imediato à Organiza das Nações Unidas. De acordo com o artigo 19 da Carta da instituição, o caloteiro perde o direito de voto se não pagar a conta até 31 de dezembro.
O comissariado petista parece ter incorporado a alma vingativa do ex-chanceler Ernesto Araújo e pode estar desatento para essa questão. Seria um vexame perder o direito de voto tendo assento no Conselho de Segurança, indo para a vala dos caloteiros o como a Venezuela

Confusão na transição

A equipe de transição superpovoada tem enfrentado problemas práticos na sede do futuro governo no CCBB, em Brasília.

Em reuniões de grupos de trabalhos corridos, faltam cadeiras para acomodar todos os integrantes e assessores. Em muitas das salas não há tomadas suficientes para carregar celulares, notebooks e outros equipamentos.

O que salva é que a maioria são os conhecidos “aspones” e como não fazem nada mesmo, ficam circulando buscando aparecer nas fotos.

O deputado federal eleito, Rafael Brito (o titio Rafa) anunciou em festa que foi “convocado” para integrar essa festa em Brasília. Vai faltar cadeira e tomadas para carregar o celular.

Reunindo provas

Passadas as eleições as equipes da Polícia Federal se concentram em concluir todos os inquéritos pendentes para remeter à Justiça o mais breve possível.

No caso específico de Alagoas, a operação que resultou no afastamento (suspenso) do governador Paulo Dantas e na mala com dinheiro do deputado Marcelo Victor, apreendida no restaurante de um hotel, na capital, ganhou mais prazo para sua conclusão. Para o delegado que chefia as investigações as provas colhidas estão sendo revistas e comprovam as denúncias formuladas.

Batata quente

O secretário de Saúde do Estado, médico Gustavo Pontes de Miranda, deve estar muito arrependido de ter assumido o comando da pasta, que pelo perfil midiático estaria nadando em dinheiro e com muitos projetos para tocar. Ledo engano. O seu antecessor que venceu a eleição em cima dos “resultados” obtidos na gestão, deixou um rombo financeiro impagável e as contas começaram a chegar. São altas contas com fornecedores, trabalhadores terceirizados, dividas com hospitais públicos e privados (alguns prestes a fechar as portas e já com suspensão de alguns serviços. Há ainda a possibilidade de demissões em massa, por falta de dinheiro para pagar e pela superlotação em cargos de comissão. É a tal da herança maldita.

Um fato chama a atenção: o deputado Davi Maia, o mais combativo opositor da gestão da Saúde, mudou de lado e calou. Coisas da política de varejo.

Absurdo em Piranhas

Quem conhece a cidade de Piranhas sabe que o seu frequentadíssimo Centro Histórico se concentra no ponto mais baixo do território, praticamente um vale, onde estão concentrados as melhores pousadas, restaurantes, bares e atrações turísticas. O trânsito na cidade, mesmo com todos atrativos, flui com tranquilidade e não há registro de nenhum acidente grave dentro do perímetro do Centro Histórico. Não há justificativa para a radicalidade da “Operação Lei Seca” prendendo pessoas, apreendendo veículos, num verdadeiro sinal de abuso de autoridade. A população da cidade reclamou da desnecessária ação.

Ronaldo Lessa

O ex-governador e futuro vice-governador, Ronaldo Lessa, cumpriu dois  mandatos proativos e realizou obras que mudaram o perfil de Alagoas, a exemplo do Centro de Convenções Ruth Cardoso , o aeroporto Zumbi dos Palmares e obras no interior nas áreas de Educação e Saúde, Considerado o melhor governador dos últimos tempos para os servidores públicos e principalmente para o magistério, que se mantem  um seu eleitorado fiel e multiplicador. Foi pioneiro quando implantou a Gestão Democrática nas escolas, permitindo que a comunidade escolhesse seus dirigentes e os resultados foram copiados por outros estados. É a voz de Ronaldo que deve se sobrepor a qualquer insanidade vise a hedionda privatização das escolas, que já anda se falando por aí

Isnaldo Bulhões na cabeça

O deputado Isnaldo Bulhões ( MDB) diferente de muitos políticos de Alagoas, ao assumir o mandato mostrou ser um jovem mestre no jogo político de Brasília, sozinho e por conta der sua habilidade política ganhou protagonismo e logo se tornou o líder da bancada emedebista , função que desempenhou tão bem que acaba de ser reconduzido para mais um mandato. Ao reassumir a liderança disse: “Nosso partido segue firme e coeso em busca do equilíbrio e responsabilidade com o país. Também agradeço aos meus pares por terem optado por nossa recondução a liderança do partido na Câmara Federal. Essa confiança no trabalho que estamos desenvolvendo só nos deixa mais motivados a seguir lutando por cada brasileiro que acredita nos valores do Movimento Democrático Brasileiro”.

 Em tempo, Isnaldo Bulhões é, no momento, o único político alagoano com chances  reais de se tornar ministro do governo Lula.


Pedro Oliveira por Pedro Oliveira

Jornalista e escritor. Articulista político dos jornais " Extra" e " Tribuna do Sertão". Pós graduado em Ciências Políticas pela UnB. É presidente do Instituto Cidadão,  membro da União Brasileira de Escritores e da Academia Palmeirense de Letras.

Todos os direitos reservados
- 2009-2024 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]