Dólar com. 5.3377
IBovespa -0.68
27 de setembro de 2021
min. 24º máx. 31º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Setembro Azul: Pais abraçam projeto que ensina libras a alunos ouvintes através de vídeos
03/08/2021 às 18h30

Geral

Saúde atualiza profissionais sobre atendimento e monitoramento de casos de Doença de Chagas

Atividade visa garantir assistência e encaminhamentos adequados aos pacientes afetados pela doença

Inseto Triatomímeo (barbeiro), transmissor da doença de Chagas. - Cecília Bastos/USP Imagem

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) promove, nesta quarta-feira (4), a Capacitação sobre Vigilância Epidemiológica, Diagnóstico e Manejo Clínico da Doença de Chagas. A capacitação – que será realizada a partir das 14h, através do canal Telessaúde, no YouTube – é direcionada a médicos, enfermeiros, odontólogos e outros profissionais da rede de atenção primária, com o intuito de preparar esses profissionais para o atendimento e monitoramento de casos da doença, transmitida pelo inseto triatomíneo, mais conhecido como barbeiro.

A Gerência de Vigilância das Doenças e Agravos Transmissíveis e Não Transmissíveis (GVDATNT), vinculada à Diretoria de Vigilância em Saúde, da Secretaria de Saúde de Maceió (SMS), promove, nesta quarta-feira (4), a Capacitação sobre Vigilância Epidemiológica, Diagnóstico e Manejo Clínico da Doença de Chagas.

“Embora não haja registro de casos confirmados de Doença de Chagas Aguda em Maceió, o município possui triatomíneos em algumas áreas da sua extensão territorial, da espécie Triatoma rubrofasciata, que tem pouca capacidade transmissora da doença. Ainda assim, os profissionais precisam saber como garantir a assistência adequada aos pacientes que venham a ser afetados e quais os encaminhamentos necessários”, explica a gerente da GVDATNT, Rosicleide Barbosa da Silva.

O evento

Na capacitação, o tema central será debatido por quatro vertentes diferentes: da Vigilância Epidemiológica da Doença de Chagas, que será abordada pela enfermeira Katherine Emery, técnica da GVDATNT; e da Vigilância Entomológica da doença, a ser apresentada pela médica-veterinária Carmem Samico, responsável pela Gerência de Doenças Transmitidas por Vetores e Animais Peçonhentos.

A atividade contará ainda com a fala acerca do Diagnóstico e Manejo Clínico da Doença de Chagas Aguda, com o médico infectologista Arthur Paiva, que atua no Hospital Dia do Hospital Universitário, como profissional de referência no tratamento para a Doença de Chagas; e do Diagnóstico e Manejo Clínico da Doença de Chagas Crônica, que será abordada pelo médico gastroenterologista Alexandre José Costa, profissional de referência para o tratamento da doença no PAM Salgadinho.

Para se inscreverem, os interessados devem acessar o link https://forms.gle/4eC5ivfSNi9iXBfk7 e se cadastrarem através de formulário disponibilizado pelo Google.

Doença de Chagas

A Doença de Chagas (DC) é uma infecção parasitária, causada pelo protozoário flagelado Trypanosoma cruzi (T. cruzi). Apresenta uma fase aguda (DCA) – que pode ser sintomática ou não – e uma fase crônica, que pode se manifestar nas formas indeterminada (assintomática), cardíaca, digestiva ou cardiodigestiva.

A orientação da Secretaria Municipal de Saúde é que, diante da possibilidade de infecção, qualquer que seja a fase da Doença de Chagas, a pessoa deverá procurar uma unidade básica de saúde, para avaliação médica.

Vale lembrar que os barbeiros capturados pela população deverão ser levados aos postos de informação de triatomíneos (PIT), onde possam ser encaminhados ao laboratório de entomologia para análise laboratorial. Em Maceió, há 11 pontos destinados a esse recolhimento. Além disso, a ocorrência de presença de barbeiros também devem ser comunicadas pelo disque denúncia, através do telefone 3312-5495, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h.


Fonte: Ascom SMS

Todos os direitos reservados
- 2009-2021 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]