Dólar com. 5.4584
IBovespa 8
12 de julho de 2024
min. 23º máx. 32º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel STF dá 30 dias para conclusão de acordos de leniência da Lava Jato

Blogs

Burnout em Alta: Como Cuidar da Sua Saúde Mental

08.07.2024 às 07:00
Tayane Cléa de Oliveira Lima da Silva, CRP 15/6589, é pós-graduada em Neuropsicologia, psicóloga com abordagem em Terapia Cognitivo-Comportamental, capacitada em Psicomotricidade e Arte Terapia.


Olá, poderosas! Já se sentiram exaustas, céticas e desmotivadas no trabalho? Esses sentimentos têm preocupado cada vez mais as mulheres profissionais, especialmente durante a pandemia. O “trabalho sempre presente” dificultou a desconexão das responsabilidades profissionais, especialmente para aquelas que trabalharam remotamente.

O burnout, que se manifesta devido à pressão constante para manter a produtividade, está em alta. Mulheres em cargos de liderança ou na linha de frente, como as profissionais de saúde, enfrentam níveis ainda mais elevados de estresse que intensificam os sintomas.

A Importância do Autocuidado e das Terapias Alternativas

Para enfrentar esses desafios, o autocuidado e as terapias alternativas são essenciais. Lembre-se: autocuidado é uma necessidade, não um luxo. Práticas simples como exercícios, meditação, alimentação balanceada e sono adequado podem melhorar significativamente seu bem-estar mental.

Terapias alternativas, como yoga, acupuntura e aromaterapia, ajudam a reduzir o estresse e a ansiedade. Arteterapia e musicoterapia oferecem espaços seguros para a expressão emocional e o alívio do estresse.

Buscar apoio psicológico é crucial. Conversar com um profissional de saúde mental pode ajudar você a gerenciar melhor os sintomas de ansiedade, depressão e burnout.

O burnout é uma doença ocupacional, agora reconhecida como responsabilidade também das empresas, além do indivíduo. Nós, mulheres, somos as mais afetadas, enfrentando estresse tanto no trabalho quanto em casa. Isso resulta em cansaço extremo e pouca qualidade de vida e sono.

Tratamento do Burnout

O psicólogo é o profissional mais indicado para tratar o burnout. Segundo Thayane Cléa de Oliveira Lima da Silva, psicóloga especializada em Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC), “entender e identificar os fatores que levam ao burnout é essencial”. Em alguns casos, pode ser necessário o encaminhamento ao psiquiatra para avaliação de medicação e possível afastamento do trabalho.

Qual o Tratamento?

O tratamento inclui técnicas de relaxamento muscular e respiração, reestruturação cognitiva para identificar e ressignificar pensamentos disfuncionais e o registro de pensamentos automáticos e crenças. Essas práticas ajudam você a compreender o processo e a aliviar os sintomas.

---

Abraços de Poder! 


Postado por Entre Nós Mulheres

Desafiando o Etarismo: Celebrando a Diversidade e o Poder das Mulheres

10.05.2024 às 23:40


Minhas queridas leitoras do blog “Entre Nós Mulheres”,

Vamos falar sobre algo que todas nós enfrentamos em algum momento da vida: o etarismo. Sabe aquela sensação de ser julgada ou tratada de forma diferente só por causa da idade? Pois é, isso é mais comum do que imaginamos. Mas hoje, vamos conversar sobre como podemos desafiar essas ideias preconcebidas e celebrar o poder e a diversidade das mulheres em todas as fases da vida.

No mundo da fama e da mídia, o etarismo - a discriminação com base na idade - é uma realidade que muitas mulheres enfrentam diariamente. De atrizes a empresárias, líderes políticas a cientistas renomadas, as mulheres estão desafiando estereótipos e mostrando ao mundo o verdadeiro significado do poder feminino.

No mercado de trabalho, muitas de nós já experimentaram a frustração de sermos ignoradas ou desvalorizadas simplesmente por sermos um pouco mais experientes. Mas acreditem, a idade não define o nosso valor ou as nossas habilidades.

Mulheres como a apresentadora Sabrina Sato, de 43 anos que assumiu publicamente seu romance com o ator Nicolas Prattes, 26, passou a ser vítima de etarismo. Ela nos inspiram a seguir em frente, quebrando barreiras e conquistando nossos objetivos, independentemente do número de velinhas no bolo.

E os dados confirmam essa realidade: um estudo da AARP (Associação Americana de Aposentados) revelou que cerca de dois terços dos trabalhadores americanos com mais de 45 anos já testemunharam ou experimentaram discriminação no local de trabalho baseada na idade. Além disso, mulheres mais velhas enfrentam estereótipos e preconceitos na mídia, com menos oportunidades de papéis significativos e uma representação limitada de sua diversidade e experiências.

Ah, e não podemos esquecer do amor! Quem disse que só os contos de fadas são reservados para as mocinhas de 20 e poucos anos? É exatamente isso que o filme 'Ideia de Você', estrelado por Anne Hathaway e Nicholas Galitzine, explora de forma cativante e divertida.

Na trama, somos apresentados a uma mãe solo que decide levar sua filha adolescente para um show da boy band. O que era para ser uma simples noite de diversão se transforma em uma jornada de autodescoberta quando ela se vê irresistivelmente atraída pelo jovem vocalista do grupo, interpretado por Galitzine.

Baseado em uma fanfic de Robinne Lee, inspirada no cantor Harry Styles, 'Ideia de Você' é mais do que uma simples comédia romântica. É uma reflexão sobre a importância de quebrar barreiras e viver plenamente, sem se prender a estereótipos de idade.

Em um mundo que muitas vezes valoriza a juventude acima de tudo, é importante reconhecer e celebrar as conquistas das mulheres em todas as fases da vida. Cada ruga, cada experiência vivida é uma prova da força e da resiliência das mulheres, e é hora de celebrar essa diversidade e riqueza de experiências.

Portanto, ao assistir filmes como 'Ideia de Você', protagonizado por Anne Hathaway e Nicholas Galitzine, somos lembrados da importância de desafiar o etarismo e valorizar a beleza e a sabedoria que vêm com a idade. É hora de reconhecer e celebrar o poder das mulheres, independentemente de quantos anos elas tenham.

Então, minhas amigas, vamos desafiar o etarismo juntas e celebrar o poder das mulheres em todas as idades! Cada uma de nós tem sua própria história para contar, sua própria jornada para trilhar. Vamos nos apoiar, nos inspirar e nos empoderar mutuamente, porque juntas somos imparáveis!

Beijos de Poder!

Postado por Entre Nós Mulheres

Desvendando a Crise de Meia-Idade: Uma Jornada de Autoconhecimento

16.04.2024 às 13:46


Mical Rocha

"Amiga, tô chocada! Tô fazendo 40 anos", foi o que Vanessa, minha amiga de infância, me disse pelo telefone. Sua voz soava cheia de emoção e reflexão, como se cada palavra fosse um mergulho profundo em suas próprias lembranças.

Enquanto Vanessa Batista, compartilhava suas ideias sobre essa nova fase da vida, me vi transportada para suas memórias, as curvas que moldaram seu caminho até aqui. Ela falou sobre como agora percebe que poderia ter feito algumas coisas há mais tempo. Mas também reconheceu que cada experiência, como  empresária e mãe de 4 filhos trouxe lições valiosas que a prepararam para este momento.

Eu mesma, após os 30 anos, ingressei na faculdade de jornalismo, escrevi um livro intitulado “Mostre o Seu Poder” fiz coisas das quais me orgulho e senti que um novo ciclo estava se rompendo.

E sabe de uma coisa? Não estamos sozinhas nessa jornada. Conhecemos muitas mulheres que encontraram sucesso depois dos 30 ou 40 anos, mostrando que nunca é tarde para correr atrás dos nossos sonhos. Mulheres como Vera Wang, que começou na moda aos 40 anos, ou J.K. Rowling, que lançou o primeiro livro de Harry Potter aos 32 anos, são inspiradoras. Elas nos mostram que a idade não é um problema, mas sim uma oportunidade de crescer e se renovar.

Mas por que isso ocorre? Essa crise de meia-idade, segundo algumas pesquisas, é uma forma de insegurança sofrida por algumas pessoas entre 30,40,50 anos que estão passando pela meia-idade, na qual percebem que o período de sua juventude está acabando e a idade avançada se aproxima. 

Esse termo foi criado por um psicólogo Canadense chamado Elliott Jaques, nos anos 1960, após uma análise dos problemas comuns de quem estava na faixa de idade entre 40 até os 65 anos.

"Quando eu percebi que ia fazer 40 anos, percebi que estava na metade da minha vida. Então eu entendi que eu só tinha, no máximo, 10 anos para correr atrás porque vou ter forças suficientes. Então, criei um objetivo na minha mente: nesses 10 anos, dobrar a força e conquistar muito mais para depois descansar e ter uma vida mais estável", ressaltou Vanessa em sua crise de meia-idade.

Portanto, ao encarar essa tal crise da idade, é importante lembrar que estamos em boa companhia. É uma chance de nos conhecermos melhor, aceitar quem somos e seguir em frente com confiança. Então, vamos abraçar essa fase da vida com determinação, prontas para descobrir novos caminhos e conquistas incríveis.

Me conta! Você já passou pela crise de meia-idade? 

Beijos de poder! Até breve.

Postado por Entre Nós Mulheres

Aline Damasceno Rêgo: A Mulher por Trás da Justiça

08.03.2024 às 15:00
Arquivo pessoal

No mês em que celebramos a força e a resiliência das mulheres, é importante destacar figuras como Aline Damasceno Rêgo, uma verdadeira multifacetada: educadora, psicóloga, intérprete de Libras, poeta e escritora. Seu trabalho vai além das palavras escritas, expandindo-se para os campos da psicologia e da justiça social.

Aline não apenas escreveu três livros de poesia como também mergulhou de cabeça no campo da psicologia, atuando como psicóloga na delegacia de crimes contra crianças e adolescentes. Seu envolvimento no caso da Chacina de Guaxuma, um crime que abalou Alagoas em 2015, demonstra sua dedicação em ajudar os mais vulneráveis em nossa sociedade.

Além de sua atuação como psicóloga, Aline também se destacou como consultora da Associação dos Amigos e Pais das Pessoas Especiais (AAPPE) e gestora de projetos educativos e culturais na Secretaria de Educação. Seu compromisso com a inclusão e a justiça rendeu-lhe reconhecimento, como a comenda na câmara dos vereadores de Maceió "Jerônimo Cerqueira" e uma monção honrosa pelos trabalhos desenvolvidos com crianças e adolescentes.

Mas o trabalho de Aline vai além das instituições: ela também compartilha seu conhecimento por meio de palestras inspiradoras, abordando temas como a arte de ensinar e a história das pessoas com deficiência. Em 2022, seu livro "O Sobrevivente" trouxe à tona os horrores da Chacina de Guaxuma, levando-a a participar de diversos eventos e mídias para amplificar sua mensagem de justiça e empatia.

Com esse propósito Aline, pretende lançar um novo projeto curta-metragem "O Sobrevivente", baseado em seu livro, é uma jornada emocionante que mistura elementos documentais com partes ficcionais, destacando a importância da voz dos envolvidos. Além de autora, também é diretora deste projeto que busca trazer à luz a busca por justiça de uma família pobre e do jovem Antônio, o único sobrevivente da chacina.

Aline Damasceno Rêgo é um exemplo inspirador de como uma mulher pode usar suas habilidades e paixões para fazer a diferença na vida daqueles que precisam. Sua história nos lembra do poder da empatia, da perseverança e do compromisso com a justiça social. Hoje no Dia da Mulher , celebramos mulheres como Aline, que são verdadeiras agentes de mudança em nossas comunidades.

Sobretudo celebramos o PODER  força  de cada uma de nós que lutamos por justiça em casa área da nossa vida. Por um mundo mais igualitário, inclusivo e justo.

Abraço de PODER! 

Para adquirir o livro “O Sobrevivente”

Contato da autora Aline Damasceno Rêgo: 82 98718-0801

Postado por Entre Nós Mulheres

O Carnaval e a Sexualização das Mulheres: Uma Conversa Necessária

14.02.2024 às 10:20

Com o Carnaval batendo à porta, vem junto uma discussão que não podemos ignorar: a sexualização das mulheres durante essa festividade. De blocos de rua a desfiles de escolas de samba, o cenário é marcado pela exploração do corpo feminino de várias maneiras.

A Exaltação do Corpo: Cultura ou Pressão Social?

O Carnaval sempre foi celebrado como um período de liberdade e alegria, mas será que essa liberdade não está sendo confundida com pressão para expor mais o corpo? Isso acaba reforçando padrões de beleza que podem ser prejudiciais para a autoestima e a independência das mulheres.

Desafios da Equidade de Gênero

A sexualização das mulheres no Carnaval não acontece por acaso. Ela está enraizada em estruturas patriarcais que tratam o corpo feminino como objeto de desejo masculino. Isso cria um ambiente onde as mulheres são constantemente julgadas pela aparência e pela sexualidade, ignorando suas habilidades e individualidade.

A Polêmica de Paolla Oliveira: Um Exemplo Atual

Recentemente, a atriz Paolla Oliveira foi alvo de críticas por não corresponder aos padrões de beleza, mas durante o desfile da escola de samba Grande Rio entre comentários dos internautas, no entanto a Atriz  brilhou com um figurino de Onça encarando o enredo na avenida. Mas isso só levanta questões importantes sobre a pressão que as mulheres enfrentam para se encaixarem em ideais inatingíveis de beleza.

Empoderamento ou Exploração?

O debate sobre a sexualização no Carnaval muitas vezes gira em torno de se as mulheres se sentem empoderadas ou exploradas ao expressarem sua sensualidade durante a festa. Enquanto algumas se sentem livres e confiantes, outras se veem pressionadas a seguir padrões impostos pela sociedade.

Desconstruindo Paradigmas

Para mudar essa realidade, é crucial desconstruir a ideia de que o Carnaval é apenas sobre o corpo feminino. Todos, desde os organizadores até os foliões, precisam se unir para garantir que a festa celebre a diversidade e o respeito, sem comprometer a dignidade das mulheres.

Conclusão: Celebrando a Diversidade e o Respeito

O Carnaval é uma festa de celebração e alegria, mas também é uma oportunidade para refletirmos sobre questões sociais importantes. Ao reconhecer e enfrentar a sexualização das mulheres durante essa época, estamos dando um passo significativo em direção a uma sociedade mais igualitária e justa, onde todas as pessoas são valorizadas pelo que são, não pelo que aparentam ser. Vamos celebrar o Carnaval com respeito e inclusão!

Beijos de poder!

Postado por Entre Nós Mulheres

*Explorando o Empreendedorismo Afro no Pontal da Barra com o Programa #findscomju*

26.01.2024 às 07:00
Arquivo pessoal

No último sábado (20), o programa #findscomju mergulhou nas águas vibrantes do Pontal da Barra para explorar o inspirador projeto das Afro-Empreendedoras no AJAYÓ AFRO LAB, onde o significado de "Bem-Vindo" se traduz em oportunidades e criatividade.

Neste santuário de empreendedorismo, encontramos algumas mulheres incríveis que estão deixando sua marca no mundo dos negócios afro-brasileiros. Vamos dar uma olhada nas estrelas deste show:

- Geane Bispo: A mente por trás da D-Nega, onde acessórios afro como brincos e turbantes se transformam em declarações de identidade e orgulho.

- Ivanilda Luz: Do Odara Restaurante, ela nos leva a uma viagem de sabores autênticos da Bahia, com pratos como o delicioso acarajé Quitudes, que nos fazem sentir em casa.

- Roberta Janaina: Com sua marca Filé, ela redefine a moda afro contemporânea, trazendo um toque de elegância e autenticidade para o mundo da moda.

- Joyce Nobre: Uma artista visual e muralista que transforma paredes em telas vivas, contando histórias da riqueza cultural afro-brasileira.

Com o principal objetivo de valorizar e promover negócios afro durante todo o ano, o AJAYÓ AFRO LAB é um verdadeiro tesouro escondido que merece ser descoberto.

E não se esqueça, o programa #findscomju estreia dia 05 de fevereiro na Cervejaria Hop Bros  e será transmitido pela TV Sampaio Canal 4.1

Prepare-se para se inspirar com dicas exclusivas e mergulhar na riqueza da nossa cultura.

Por Juliana Albuquerque, radialista, farmacêutica e apaixonada por promover o empreendedorismo e a diversidade cultural. Com uma bagagem profissional que inclui experiência como presidente do PDT em São José da Laje, coordenadora de juventude do mesmo município e suplente de conselho tutelar, Ju traz consigo um compromisso sólido com o fortalecimento de projetos como este.

Postado por Entre Nós Mulheres

Dea Bertoldo: Uma Alagoana Brilhante e Top 6 no Programa "No Limite" (2022)

13.01.2024 às 12:40
Instagram

Nascida nas terras acolhedoras de Alagoas, Dea Bertoldo emerge como uma figura inspiradora, trilhando uma jornada impressionante no universo do empreendedorismo e da influência digital. Sua história é tecida com determinação desde os primeiros passos, quando, aos 13 anos, começou a vender pulseiras para contribuir com a renda familiar.

A trajetória de Dea atingiu novas alturas quando ela se tornou uma participante destacada no programa "No Limite" da Rede Globo, alcançando a notável posição de Top 6 em 2022. Este desafio intenso não apenas testou seus limites físicos, mas também moldou sua resiliência, enfrentando 45 dias de fome e frio.

Sua experiência na competição televisiva não apenas a destacou como uma competidora formidável, mas também teve impactos significativos em sua vida pessoal e profissional. Dea emergiu dessa experiência fortalecida, pronta para enfrentar novos desafios e inspirar outras mulheres a seguir seus próprios caminhos.

Além do cenário competitivo, Dea Bertoldo é uma empreendedora notável, construindo um império digital que vai além dos limites convencionais. Seu exemplo é uma luz para outras mulheres, encorajando-as a abraçar suas multifacetas, desafiando normas sociais e acreditando em seus sonhos.

Ao abordar o empreendedorismo em Alagoas, Dea vislumbra um cenário positivo, onde as pessoas podem transformar coisas simples em empreendimentos significativos. Seus conselhos ressoam como uma mensagem de confiança: "se tem certeza, vá em frente, um passo de cada vez."

Como diretora de comunicação do INEBA (Instituto esporte boa ação), Dea dedica-se não apenas aos negócios, mas também ao esporte, compartilhando sua paixão em palestras que destacam como o esporte moldou sua vida. Sua influência digital não se limita ao mundo virtual, pois ela utiliza sua plataforma para promover causas sociais e conscientização.

Enfrentando as demandas diárias, Dea busca equilibrar sua carreira, empreendimentos e vida pessoal, compartilhando estratégias valiosas para manter uma harmonia saudável, pratica exercícios físicos regularmente e diz ser este um hábito que faz toda diferença. Quanto ao futuro, ela mantém seus projetos em segredo, concentrando-se em continuar crescendo no empreendedorismo.

A história de Dea Bertoldo personifica a força das mulheres alagoanas e destaca como sua jornada inspiradora transcende fronteiras, guiando-nos em direção a um mundo mais inclusivo e igualitário. Uma verdadeira luz de Alagoas, Dea continua a brilhar, encorajando todos a abraçarem suas diversas identidades e acreditarem no poder de realizar seus sonhos.

Beijos de Poder,

Postado por Entre Nós Mulheres

"Chá das Amigas Poderosas: Conexão, Inspiração e Vista para o Mar"

Nada como um chá entre amigas para estreitar laços, compartilhar histórias inspiradoras e criar conexões poderosas.

27.12.2023 às 18:40
Arquivo pessoal


 Imagine a cena: uma tarde na varanda à beira-mar do apartamento de Amélia Guimarães, na paradisíaca praia de Guaxuma. Sob a brisa marinha e com uma vista deslumbrante, um grupo de mulheres excepcionais se reuniu para um momento íntimo e marcante.

A advogada  Bárbara Moreira perita criminalista, resumiu a atmosfera: "Se esse chá durasse mais, logo estaríamos todas de pijama, na sala da Amélia, como melhores amigas de infância".

 E não poderia ser diferente. O "Chá das Amigas Poderosas" foi um verdadeiro catalisador de partilha, empoderamento e networking, promovido por  Amélia Guimarães, sua bagagem profissional como psicóloga, mentora terapeuta de Casais, cantora pastora esposa do psicólogo Leonardo Naves e mamãe da pequena Zoe, reflete anos de propósito e dedicação na carreira, tornando-a uma anfitriã singular dessa ocasião.

"O Chá Mulheres Poderosas, tem a iniciativa de trazer histórias de mulheres inspiradoras de diversos nichos de mercado, para um momento de conexão de compartilhar a mesa com uma vista linda voltada para o Litoral Norte de Maceió, com muita troca e ideias. Uma oportunidade incrível de passar uma tarde com mulheres maravilhosas e poderosas!" Ressaltou Amélia Guimarães 

Entre as mulheres presentes, a diversidade de trajetórias era inspiradora. A empresária Natália Guimarães, a consultora empresarial Jack Araújo, a mentora de gestão de negócios Vanessa Dantas, pastora-empresária Silvia Guimarães, Valná Dantas fundadora da Revista Due e criadora do Projeta Mulher, a  perita criminalista Bárbara Moreira, e claro, eu Mical Rocha, que também pude estar à mesa com essas mulheres #powerful que trouxeram suas bagagens pessoais e profissionais para enriquecer o encontro.

 Juntas, elas formaram um círculo de experiências, ideias e aprendizados.

A conversa fluía como as ondas do mar ao fundo, e não era apenas um bate-papo, era uma oportunidade única de trocar insights, compartilhar desafios e fortalecer vínculos entre mulheres poderosas e determinadas em suas respectivas jornadas. Esse momento não foi apenas uma pausa na rotina, mas sim um marco de crescimento mútuo, onde a força da união feminina se manifestou de forma palpável.

O "Chá das Amigas Poderosas" na varanda de Amélia Guimarães foi muito mais do que um evento. Foi um reflexo do poder da irmandade, do apoio mútuo e da capacidade transformadora que mulheres unidas têm em suas mãos. Um verdadeiro exemplo de como a conexão entre mulheres pode impulsionar, inspirar e fortalecer cada uma em seu caminho.

Que essa tarde na varanda, à beira-mar, seja apenas o começo de muitos encontros onde a força feminina é celebrada e multiplicada.

E ae, mulherada power! Que tal preparar um momento de partilha assim como foi o "Chá das Amigas Poderosas?"

Abraços de poder!

Postado por Entre Nós Mulheres

Poderosas On-line

18.12.2023 às 10:00


E aí, mulherada! Preparadas para arrasar no mundo online? A gente sabe que a comunicação pela internet é uma ferramenta incrível, né? Mas já parou pra pensar no poder que ela tem no nosso empoderamento?

Vamos combinar, a web é tipo nossa segunda casa. E é aí que mora a beleza da coisa: a comunicação online é uma super aliada pra fortalecer nossa voz e nossa presença. Seja nas redes sociais, nos blogs, nos vídeos, onde for, a gente pode se expressar, compartilhar ideias e causas que nos representam.

 Nesse universo gigante, podemos criar,influenciar e nos conectar com outras mulheres poderosas.

É tipo uma rede de apoio, sabe? Trocar experiências, aprender umas com as outras e se fortalecer juntas.

E o mais incrível é que a comunicação online não tem limites! Não importa de onde você é, qual é o seu background, todas têm espaço e voz nesse mundão digital. 

Para ser uma "poderosa on-line" você precisa primeiro ser fiel a sua essência. Há exemplos de campanhas com seus nomes consagrados no mercado que ressaltaram o poder da mulher no digital em sua singularidade.

  As campanhas #LikeAGirl da Always, #SpeakBeautiful da Dove e #AerieREAL da Aerie foram pioneiras ao remodelar a presença digital feminina, trazendo à tona questões de autoestima, empoderamento e representação.

#LikeAGirl desafia estereótipos ao transformar a expressão "como uma garota" de algo pejorativo para algo empoderador, incentivando meninas a abraçarem sua força e confiança.

#SpeakBeautiful concentrou-se na positividade online, encorajando as mulheres a promoverem gentileza e autoafirmação em suas interações digitais, contrapondo o discurso negativo sobre a aparência.

Já #AerieREAL revolucionou a indústria da moda ao exibir corpos reais e sem retoques em suas campanhas de lingerie, promovendo a aceitação do corpo e impulsionando a confiança das mulheres.

Essas campanhas não só ampliaram a voz feminina nas mídias sociais, mas também redefiniram os padrões de representação, inspirando uma nova geração de mulheres a se sentirem confiantes,Então é isso, minhas poderosas! Vamos usar a comunicação online como uma arma de empoderamento, mostrando para o universo o que é ser mulher, com toda a nossa força, autenticidade e determinação. Juntas somos imparáveis empoderadas e valorizadas independentemente de estereótipos.

---

Então é isso, minhas poderosas! Vamos usar a comunicação online como uma arma de empoderamento, mostrando para o universo o que é ser mulher, com toda a nossa força, autenticidade e determinação. Juntas somos imparáveis

Postado por Entre Nós Mulheres

O Poder da Presença Feminina na Comunicação Digital

A ascensão das mulheres na esfera da comunicação digital é algo marcante.

11.12.2023 às 18:40
Arquivo pessoal

O Poder da Presença Feminina na Comunicação Digital


A ascensão das mulheres na esfera da comunicação digital é algo marcante. 

O advento das redes sociais, blogs e outras plataformas online proporcionou um espaço para que as mulheres se destaquem, influenciam e liderem. Esta nova dinâmica não apenas ampliou suas vozes, mas também impactou a forma como a sociedade consome informação e interage online.

A Voz Feminina na Era Digital:

  Porque não dizer que as mulheres também merecem o mérito pela transformação digital? E ainda por desempenhar papéis de liderança em empresas de tecnologia e inovações em ciência de dados e desenvolvimento de software, que contribuem significativamente para avançar essa revolução digital. A diversidade de perspectivas e habilidades, desde o seu olhar mais humanizado, crucial para impulsionar a inovação e o progresso tecnológico.

  Podemos citar alguns destaques históricos como, Ada Lovelace é reconhecida como a primeira programadora, enquanto Grace Hopper desenvolveu uma das primeiras linguagens de programação. Mulheres como Katherine Johnson, na NASA, foram fundamentais para os primeiros avanços na computação espacial. Além disso, executivas como Sheryl Sandberg uma executiva de tecnologia americana, filantropa e escritora. Em 2008, ela se tornou COO do Facebook, tornando-se a segunda funcionária de maior cargo da empresa, e Safra Catz, banqueira bilionária estadunidense e executiva da Oracle, têm liderado grandes empresas de tecnologia, deixando um impacto duradouro na transformação digital.


Postado por Entre Nós Mulheres


Entre Nós Mulheres por Mical Rocha

Sou uma mistura de entusiasmo pela comunicação, amor por café, doces e pessoas inteligentes, uma pitada mágica para transformar problemas em soluções digitais incríveis.

“Aqui quem fala é a Consultora Digital de sorriso no rosto e estratégias na manga!”

Mical Rocha

Alagoana, 37 anos, mãe de 3 filhos, jornalista, escritora, autora do livro “Mostre o Seu Poder”, direcionado ao público feminino. Sua primeira experiência na comunicação foi como radialista em uma Rádio Comunitária (2003-2005), e nessa função, apresentou vários programas atuando também em outro estado na Rádio Atalaia AM-770 – Aracaju-se (2005-2006) e em Maceió Rádio Farol FM 90.1 em Maceió-AL, por um período de 3 anos. Já foi compositora e cantora gospel. Atualmente é consultora digital feminina e realiza alguns projetos em assessoria na área da comunicação.

Contato: 82 99691-7755

Todos os direitos reservados
- 2009-2024 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]