Dólar com. R$ 3,169
IBovespa -0,9%
18 de outubro de 2017
min. 22º máx. 28º Maceió
chuva rápida
Agora no Painel Justiça absolve ex-sócio do escritório de Adriana Ancelmo

Blogs

Coluna Etcetera da Edição 04 do Painel Alagoas

05.10.2017 às 13:06


Perolizada Gil

Preta Gil “causou” com seu look  durante a apresentação do show, ao lado do pai, Gilberto Gil, no Corcovado no último 27 de setembro. O modelito midi da cantora tinha  pérolas com aplicações de patches bordados, tendo a natureza como tema. A peça nude, assinada pela estilista Patricia Bonaldi, conta com mais de 25 mil mini pérolas que criam um padrão de losangos.  


Jornalismo “policial” em debate

Já conhecido e consolidado como um dos mais importantes fóruns de jornalismo do Estado, a 8ª edição do “Conversa de Jornalista” debate de 9 a 11 de outubro, no auditório de Centro Universitário Tiradentes (Unit), um tema polêmico: "Jornalismo: é caso de polícia!" O evento abordará o papel da imprensa na cobertura de notícias policiais.Já confirmaram presença como participantes/palestrantes o jornalista Domingos Meirelles da Record TV, a repórter Marina Rossi do jornal El Pais, Jana Garcia e Carlos Madeiro do portal de notícias UOL, entre outros .


De Olho na Bienal I

Já consagrada recentemente na Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, a escritora alagoana Catarina Muniz, volta à cena na edição alagoana do evento. Junto à romancista paulistana Halice FRS, Catarina será uma  das palestrantes sobre  “O Papel da Mulher na Literatura Contemporânea”, na próxima quinta-feira, (5), a partir das 16 horas no Espaço Ipioca.


De Olho na Bienal II

Uma das atrações imperdíveis da Bienal acontecerá no sábado (7) às 19 horas. É o “Colóquio: Os Salientes – Ode a Eros”. O “Colóquio” surgiu como uma ideia de bate papo informal com o público, a respeito de temas relacionados às mais diversas manifestações artísticas de cunho erótico, quais sejam a literatura, artes plásticas, música , dança cinema e tantas outras formas de expressão artística. Contudo, expandiu seu alcance e hoje explora temas como tabus, feitiches, fantasias, erotismo LGBT+, preconceito e vários outros relacionados ao sexo e erotismo. Atualmente o grupo é formado pelos artistas visuais Levy Paz e Ana Karina Luna, pelo blogueiro Audrey Trevas e a escritora Catarina Muniz, mediados pela jornalista Iranei Barreto.


De Olho na Bienal III

Outra atração que promete agradar na Bienal é a exposição cartográfica organizada pela Secretaria do Estado do planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag). Os visitantes terão a oportunidade de conhecer diversos mapas geográficos de Alagoas, entre eles um raríssimo que reconta a divisão geográfica dos municípios alagoanos no século XIX, quando o estado era dividido em apenas 19 cidades. Além das “antiguidades”, o espaço contará com mapas que trarão imagens de satélite e informações estatísticas de diversas áreas.


Exemplo de Jovialidade

O professor Moacir Teófilo completou 90 anos, no último dia 02 de outubro.  Sua história de vida se confunde com a história da educação no Agreste alagoano. Esbanjando simpatia e disposição, permanece ativo no comando do Colégio Nossa Senhora do Bom Conselho, referência em qualidade de ensino,fundado por ele em 1955. Sua  jovialidade surpreende e  alegra a convivência com seus amigos, alunos  e familiares. (Na foto, com os  filhos Rogério, Ricardo, Rui e Ranieri).

Postado por Etcetera

Coluna Etcetera da Edição 03 do Painel Alagoas

28.09.2017 às 18:26

“Assento e Voz”

Gisele Bündchen que sempre “causou” nas passarelas, tem surpreendido também  fora dos holofotes do mundo fashion . A top model mais famosa do mundo teve assento e (principalmente) voz no lançamento do Pacto Mundial para o Meio Ambiente, durante a 72ª Sessão da Assembleia Geral da ONU. Em seu pronunciamento a “diva” salientou a necessidade de  “repensar a forma como vivemos, a maneira como produzimos, como consumimos e mudar nossos hábitos antes que seja tarde demais.” (Foto:Instagram)


Chegou chegando...

 Onde chega, o Painel Alagoas  tem sido bem acolhido. Foi assim durante nossa “apresentação” na Associação dos Municipios Alagoanos (AMA). O presidente,  prefeito Hugo Wanderley, antes de nos conceder uma entrevista, ( publicada na edição passada) recebeu um exemplar e após uma rápida leitura e  elogiosos comentários sobre o conteúdo de algumas matérias, parabenizou nosso diretor executivo e nossa editora geral  pelo  projeto.(Foto: Igor Pereira)


Virada Fashion

Muito elogiado o desfile da “Bikini Fox” na Virada Cultural. A originalidade e o bom gosto  chamaram a atenção.  As peças apresentavam  arremates manuais com bordados clássicos da “terra” , como o filé,  o macramê e a renascença. Marca genuinamente alagoana, fundada em 2012 em Maceió, a “Fox Brasil ” figura hoje entre as mais conhecidas no mercado de beachwear dos principais centros de moda do Brasil. No comando a top creator Vanessa Monteiro. (Fotos: Instagram)


Enfim Elisa...

Sucesso total! Assim pode ser definida a apresentação de Elisa Lemos  no show “Grande Angular” na última quarta-feira(20), no Teatro Deodoro. O espetáculo era  muito aguardado pelos fãs  da cantora, que apesar da idade (23 anos), já pode ser considerada experiente pelo tempo em que atua no universo musical. Acompanhada  por Toni Augusto (guitarra, violão e programações), Anderson Almeida (baixo) e Allysson Paz (bateria), Elisa passeou pela MPB e rock ,interpretando canções do seu primeiro CD, que deu nome ao show.  Superando as expectativas, a performance certamente encantou o público presente (que  brindou o grupo  com uma extensa sessão de aplausos ao final da apresentação) e mostrou que Elisa  “chegou pra ficar”.(Foto: Instagram)


Direito Penal em debate

Maceió será sede, nos dias 6 e 7 de outubro, do  III Simpósio de Ciências Criminais. O evento  reúne autores, professores e profissionais de diversas áreas do  Direito,  e terá como tema principal “Neurociência, Liberdade e Direito Penal”.A organização é do IUEJ - Instituto Unificado de Ensino Jurídico , coordenado pela mestranda em ciências criminais, Ana Paula Dantas. (Foto - IUEJ)


Símbolo oficial de Alagoas

Agora é oficial: decreto assinado pelo governador Renan Filho, na última sexta-feira(22), torna o Mutum-de-alagoas (Pauxi mitu) ave-símbolo do Estado. O regresso do mutum acontece 42 anos depois de a ave, genuinamente alagoana,  ter sido declarada à beira da extinção. ( Foto: Instituto Pauxi Mitu)

Postado por Etcetera

Na contramão da sensatez, realizando sonhos...

29.08.2017 às 22:35
Arte e Foto: Afrânio Aquino


"Só exercitando a mente na contramão da mesmice é que surgem as grandes ideias, e os mais belos sonhos, que são justamente aqueles aparentemente impossíveis de ser realizados."


*Com o pensamento em Ida C ( anjo e mentora/inspiradora de parte dos meus insensatos momentos.)


Quando folheei pela primeira vez o livro “Inverno e outros poemas”, me veio a lembrança de uma saudosa e queridíssima amiga (infelizmente já falecida). Ela sempre insistia para eu publicar um livro . Eu retrucava e dizia que não me sentiria muito bem, com meus escritos expostos publicamente. Bela , sempre bem humorada e “sarcasticamente sorridente”, ela afirmava que eu não precisava dizer pra ninguém que tinha publicado um livro. A simples realização desse projeto traria respostas a alguns questionamentos vitais daqueles tempos e, principalmente, seria a realização de um sonho, e a realização de um sonho, ainda que conquistada secretamente, é sempre a realização de um sonho...

Quando o livro foi finalmente publicado, aconteceu exatamente o que ela previa. Fui tomado por uma inesperada onda de felicidade que custou a passar. Posso dizer que foi( intimamente) um dos momentos mais emocionantes que vivi até então. Muita pouca gente ficou sabendo, tanto que o livro foi publicado em 1988 e a primeira noite de autógrafos só ocorreu em 1990.

Hoje, ao tocar pela primeira vêz as páginas do “Painel Alagoas”, recém saídas das rotativas, me sinto invadido pelo mesmo sentimento de quase 30 anos atrás. Uma incontrolável sensação de felicidade (que, espero duradoura) pela realização de um sonho quase impossível.

Um jornal impresso em plena era digital é ideia de maluco, e todos envolvidos nesse projeto têm plena consciência disso. Estamos caminhando no contrafluxo da modernidade. Hoje, o mais comum são os jornais impressos virarem portais de notícias na internet ( alguns até acabam com a versão impressa, como o saudoso JB do Rio de Janeiro). Mas quem disse que a insensatez “segue o fluxo” do lugar comum? Incorporamos o espírito do insensato e genial Cazuza “nadando contra a corrente, só pra exercitar”. Só exercitando a mente na contramão da mesmice é que surgem as grandes ideias, e os mais belos sonhos, que são justamente aqueles aparentemente impossíveis de ser realizados.

O portal “Painel Notícias” nasceu em 2010 como opção a um “tresloucado” temor de ficar desempregado , o que só acabou acontecendo, quando tinha que acontecer, no fim de 2014. Hoje, não somos mais considerados “nanicos”; temos uma média de 10.000 acessos/dia, conquistamos conceituados clientes, temos uma linha editorial independente e um dos mais respeitáveis “times” de blogueiros do estado. Conquistamos espaço e, principalmente, respeito.

E é com respeito que pretendemos entrar nessa nova fase, nesse novo mercado. Crescendo devagar e sempre, ocupando o espaço que nos for destinado a ocupar, movidos por um incansável "compromisso com a ética e a informação".

Postado por Etcetera

Banda Pacamã lança seu primeiro disco

14.08.2017 às 20:22

A banda Pacamã, de Maceió, "promete causar' com o recentísssimo lançamento de seu primeiro álbum, “Antes Aqui Era Tudo Mato”.  

Igor Cavalcante(guitarra e violão), Mateus Borges (voz e letras), Mateus Magalhães (percussão e voz), Thiago Mata (bateria, violão, guitarra, baixo, ukulele, harmonização, teclados, violinos, voz e identidade visual) e Thomas Schaeffer (baixo, guitarra, teclados, voz e harmonização), oferecem um cardápio musical diferenciado e diversificado, contemplativo e convidativo à 'psicodélicas reflexões". Sonoridade e serenidade com “gloriosas influências” (segundo os próprios integrantes) que vão de Tom  Zé e Baleia a Metá Metá  .

“Antes Aqui Era Tudo Mato” consegue impressionar não só pelo conteúdo musical, mas também pelo apuro no “acabamento"  com supreendentes harmonizações e arranjos ( em especial os de " cordas" ), consolidados por uma cuidadosa masterização.

A obra foi lançada pela Crooked Tree Records e  já está disponível no Youtube. Vale a pena conferir



Postado por Etcetera

EBC e rede alemã Deutsche Welle renovam parceria para exibição de conteúdos

02.08.2017 às 13:21
Divulgação

Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e a rede alemã Deutsche Welle (DW) renovaram a parceria para exibição dos programas Futurando, dedicado ao meio ambiente e à ciência e tecnologia, e Camarote 21, que trata da diversidade cultural da Europa. Os dois são exibidos na TV Brasil, emissora da EBC. O protocolo de intenções foi assinado hoje (1º) pelo diretor-geral da Deutsche Welle, Peter Limbourg, e pela pela diretora de Produção e Conteúdo (Dipro) da EBC, Cida Fontes.


Peter Limbourg disse que para a DW é importante manter a parceria com a TV Brasil. “Eu penso que é muito importante mantermos um bom relacionamento entre a Deutsche Welle e a TV Brasil porque nós temos um conteúdo que é transmitido a todo o Brasil. Penso que é excelente para ambas continuar este trabalho produtivo. Nós esperamos que a parceria continue por longo tempo”, afirmou.


O diretor informou que a DW também está trazendo para a EBC outros projetos, como os vídeos de apresentação da maestrina mexicana Alontra de la Parra, que mostram ainda os bastidores do trabalho da artista. Peter Limbourg aposta na variedade de produtos da empresa alemã para expandir a parceria com a TV Brasil. “Penso que outras histórias interessantes e documentários estão no caminho de acontecer. Estamos otimistas com a perspectiva de uma boa e grande colaboração entre a TV Brasil e a Deutsche Welle”, apontou.


A executiva de Distribuição da DW para América Latina, Andrea Hugemann, revelou que a empresa está em negociação para iniciar também uma parceria para publicação de notícias produzidas pelo grupo alemão por meio da Agência Brasil. Já a parceria da DW com a Rádio MEC é antiga. A emissora de rádio da EBC já utiliza há mais de 20 anos o material cultural da DW e transmite concertos gravados na Alemanha, como o tradicional Festival Beethoven de Bonn.


Orquestra Maré do Amanhã

Após a assinatura do protocolo, a delegação alemã assistiu à apresentação da Orquestra Maré do Amanhã, formada por 20 jovens da comunidade da Maré, que executaram 11 obras entre músicas clássicas e brasileiras.  O diretor da DW ficou comovido com o projeto, que foi criado pelo jornalista Carlos Eduardo Prazeres depois da morte do pai dele, o maestro Armando Prazeres. Armando foi sequestrado na porta de um colégio em Laranjeiras, na zona sul do Rio, e o corpo só foi encontrado tres dias após em São Cristóvão.


“Acho muito bonito que vocês, a partir de uma situação difícil, através da música, conseguem apresentar o que estão fazendo”, afirmou, referindo-se aos conflitos violentos presentes no dia-a-dia da comunidade.


O diretor-geral do projeto, Carlos Eduardo Prazeres, contou que luta para conseguir bolsas de estudo para que os jovens possam se especializar no exterior e depois voltar para disputar uma vaga em uma orquestra profissional. "A gente começou com essa molecada quando esles tinham 10 anos. Era uma geração quase perdida. A gente conseguiu salvar 40 das crianças que haviam naquela época na comunidade”, afirmou. O maestroFilipe Kochen, que começou como professor no projeto, comemorou a receptividade da apresentação.


“Escutar o diretor da Deutsche Welle elogiando, não tenho nem palavras. Elogiando o nosso solista, às vezes não cai a ficha quando a gente ouve um elogio desse quilate. É uma emoção muito grande”, disse.


Atualmente, os integrantes do projeto também dão aulas às crianças que frequentam os Espaços de Desenvolvimento Infantil (EDI) da rede municipal na comunidade. "Acredito que esta geração vai fazer a diferença. Só a educação pode mudar”, defendeu Prazeres, lembrando que muitos amigos dos jovens do projeto entraram para o tráfico de drogas porque não tiveram oportunidade de preencher o tempo com atividades de qualidade. “Nessa idade é muito complicado. A oferta de drogas ali para eles é na porta de casa. Ter um jovem desse que apesar de toda essa oferta se tornou um músico, ele é um herói”, disse.


*Com informações ABr, EBC e assessorias

Postado por Etcetera

Jogos da seleção podem virar "exclusividade" de emissora própria da CBF

08.07.2017 às 12:58
Divulgação


A  CBF já não faz segredo sobre suas intenções de produzir os jogos da  Seleção Brasileira e negociar o conteúdo,  praticamente todo vendido aos anunciantes, com emissoras de televisão. E vai além: com as recentes dificuldades de manter um acordo com a Rede Globo, a entidade máxima do futebol brasileiro sonha com um canal  próprio de TV fechada.  


 Além da transmissão das partidas da seleção, a nova emissora poderá transmitir outros eventos esportivos e boletins sobre as atividades da CBF. O projeto está em pleno andamento, e tem o aval do presidente  Marco Polo Del Nero.


A operacionalização do projeto é simples. A CBF fornece o sinal das produções ( no caso das partidas da seleção brasileira com equipe própria de narrador e comentarista).


Em junho a CBF efetuou um “teste” com os amistosos da seleção contra Argentina e Austrália. Com narração de Nivaldo Prieto,  a transmissão das partidas foi negociada com a TV Brasil, TV Cultura, UOL, Facebook e a operadora Vivo.


 A criação de um canal pago pode, porém, encontrar resistências pelo quase monopólio existente nos canais dessa modalidade .No terreno das operadoras “dominadas” pela Globosat, ( dos canais SporTV) , são históricas as dificuldades encontradas por canais como Esporte Interativo e Fox Sports para conquistarem espaço no line-up das operadoras. 


A pressão pela "não entrada" de um novo canal no "cardápio esportivo" da TV paga promete ser forte. Vamos aguardar os resultados desse verdadeiro "duelo de titãs".



Postado por Etcetera

Record, SBT e Rede TV! decidem voltar para a TV paga sem consultar operadoras

01.07.2017 às 11:26


"Na marra"

Record, RedeTV! e SBT decidiriam voltar à TV paga e surpreenderam as operadoras, que ainda negociam com os canais pelo carregamento de seus sinais digitais, fora do line-up desde 29 de março, quando o sistema analógico foi desligado em São Paulo e as emissoras foram autorizadas, por lei, a exigirem remuneração das empresas para continuar oferecendo aos assinantes seus conteúdos – que sempre foram de carregamento obrigatório.


"Maquinaram" e... se deram mal

A Simba, joint-venture que representa os três canais, afirma que só está se “oferecendo” para voltar à TV paga em razão de pedidos de associações de defesa do consumidor; dentre elas, o Inadec (Instituto Nacional de Defesa do Consumidor), de Celso Russomanno, contratado da Record. Foi a Inadec, aliás, que incitou a Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor) a instaurar uma ação para investigar as ações das operadoras e os prejuízos aos assinantes.


Conciliação forçada

Agora, as parceiras alegam buscar um “gesto de conciliação”. Mas sabe-se que, na verdade, a estratégia adotada por Record, RedeTV! e SBT, de retirar os sinais abruptamente e contar com os protestos do público, deu errado. Anteriormente, as emissoras chegaram a estimular telespectadores a procurarem órgãos de defesa – e a Justiça – para queixar-se da ausência dos sinais no line-up.


Transferindo responsabilidades

Ou seja: a princípio intransigente, agora a Simba praticamente clama por um acordo. Prova disso é a queda no valor cobrado das operadoras – de RS 3,5 bilhões anuais para R$ 840 milhões.. Com esta nova postura, a joint-venture transfere para as operadoras a responsabilidade por um acerto.


*Com informações do portal RD1

Postado por Etcetera

Da militância à presidência, a insistente "ignorância ideológica" do PT

14.06.2017 às 03:00
Fotos:Reprodução Globo e Arquivo ABr Montagem:Painel


A nota oficial do PT, assinada por sua presidente , referente ao "incidente" ocorrido entre militantes do partido e a jornalista Miriam Leitão, sugere  um pseudo "pedido de desculpas" e mostra , sem disfarces ao Brasil, a continuidade da mesquinharia e prepotência que tomou conta do "intelecto retrógrado" dos dirigentes da sigla, como também a já notória incapacidade do partido em reconhecer seus próprios erros, como por exemplo o de colocar na própria presidência uma senadora investigada na operação Lava Jato.


Gleisi Hoffmann alega na nota que a atitude da militância se deu, principalmente,  em função do local  onde Miriam trabalha.  A presidente do PT insiste na cansativa tese de que a Rede Globo é a grande culpada pela "desgraça" que se abateu sobre o partido, que é hoje reconhecidamente desgraçado, não por culpa da emissora carioca, mas pela prática de "deslavada corrupção em todos os seus escalões".


Míriam Leitão deveria receber outro tipo de tratamento pela "ignorante" militância do partido. Como jornalista, goza de prestígio e respeito pela sua competência no exercício da profissão.. Mas bem antes de alcançar tão elevado conceito profissional, Míriam se tornou,  um símbolo vivo  de resistência à ditadura por ter sido  presa e torturada, com apenas 19 anos, pela tradicional truculência dos agentes oficiais daquele "regime de exceção" 


Se fossem verdadeiros militantes de um PT igualmente verdadeiro, que nos dias de hoje parece inexistir, deviam, ao contrário do que fizeram  no último dia 03 de junho, exaltar pessoas como Míriam Leitão, que sofreram mas não sucumbiram à imposição daqueles "anos de chumbo" e , certamente, tiveram importante parcela de participação para que o país tomasse o rumo da democracia  , permitindo a realização do mais impossível e inimaginável sonho : o de colocar, democraticamente, um ex-membro da classe operária (justamente do PT) na presidência da República.


Postado por Etcetera

Eleições Diretas e Constitucionalidade

30.05.2017 às 17:52

O saudoso “Doutor” Ulysses Guimarães na parte final de seu discurso, em outubro de 1988, durante a promulgação da nova Constituição bradou à Nação; “que isso se cumpra. Nos bons e maus momentos”.

Ao lembrar das palavras do ex-presidente da Câmara, naqueles históricos tempos,  me pergunto se estamos conscientes que ao sonharmos com eleições diretas hoje, não estaríamos desconsiderando “valores pétreos” conquistados ao longo de quase 30 anos, para “costurarmos uma solução constitucional com remendos momentâneos”.

Vale a pena interferir tão diretamente em nossa “carta maior de convenção social” para uma “solução tampão?”

Por mais honestas e justas que possam parecer as “intenções democráticas” da proposta de “diretas já “ em 2017,  elas não parecem ser mais importantes do que a garantia dos preceitos constitucionais,  pilares fundamentais à sobrevivência de uma constituição digna de ser considerada “cidadã ”.

Num cenário de crise constitucional não se deve encarar como solução primordial o desrespeito as regras do próprio “mecanismo regulador”, ainda mais sob a hipótese para qual o próprio foi promulgado.

Voltando a me lembrar de Ulysses Guimarães, penso que hoje o pais precisaria muito do seu “bom senso político” que antes, durante e depois da ditadura esteve sempre presente  :“nos bons e maus momentos”.

Postado por Etcetera

Ancine pode tirar Cartoon Network, CNN e HBO das operadores de TVs por assinatura no Brasil

22.05.2017 às 13:38

A Ancine pode causar ainda mais transtornos à TV paga e ao seu público consumidor – já afetados pela saída da Record, da RedeTV! e do SBT após o desligamento do sinal analógico na Grande São Paulo. Segundo a revista “Veja”, Manoel Rangel, no fim de seu mandato à frente da instituição, deu parecer contrário à fusão da AT&T com a Time Warner.

Isto significa que os canais da programadora norte-americana podem viver a deixar o Brasil. No cardápio, estão o infantil Cartoon Network, o de filmes e séries HBO e o de notícias CNN; todos, com grande penetração entre os telespectadores daqui. Caso a operação seja confirmada, a saída se tornará inevitável.

A decisão final sobre a fusão no Brasil caberá ao Cade, tribunal administrativo ligado ao Ministério da Justiça que arbitra sobre a concorrência empresarial. Mas o veto da Ancine será fundamental para embasar esse julgamento. A agência é autoridade no assunto: a ela, compete a regulação e fiscalização das atividades de programação e empacotamento de TV por assinatura no país.

Em nota técnica de quase cem páginas, a Ancine opina "ser necessário vedar, no Brasil, que a AT&T fusionada com a Time Warner venha a deter controle simultâneo na empacotadora Sky e nas programadoras pertencentes originalmente à Time Warner".

O principal argumento da agência é o de que a fusão vai contra a Lei 12.485/2011, que regula o setor de TV por assinatura. A chamada lei do Seac (Serviço de Acesso Condicionado), proíbe que um mesmo grupo atue nas áreas de programação e de distribuição, afim de evitar a concentração verticalizada. Assim, no Brasil a Sky não pode ser dona da HBO ou da Turner, e vice-versa.

Se isso ocorrer, argumenta a Ancine, a Sky poderá "adotar estratégias comerciais que priorizem os canais de TV por assinatura do grupo Time Warner em seus pacotes", prejudicando as programadoras concorrentes, como Globosat, Discovery e Fox.

O mercado de TV paga no Brasil sempre esteve muito arraigado à Globosat, que oferece diversas e valorosas opções ao público. Em contrapartida, qualquer ingresso de um novo canal no line-up das operadoras se torna um dilema, haja vista a guerra que o Esporte Interativo travou para conquistar seu espaço.

Mesmo canais abertos encontram resistência: caso da Gazeta, ainda não disponível entre as gigantes do setor. Atualmente, na guerra contra a Record, a RedeTV! e o SBT, muito se discute acerca dos novos canais oferecidos pela Simba (como um de reprises e outros de notícias), “barrados” pela falta de espaço no line-up.

A Time Warner, por sua vez, poderia exigir da Net e da Claro, principais rivais da Sky, preços superiores por seus canais. Poderia também limitar o número de canais das programadoras concorrentes nos pacotes mais básicos da Sky ou determinar posições privilegiadas para seus conteúdos.

Enfim, de acordo com a Ancine, a fusão das gigantes teria "efeitos negativos" à concorrência tanto no mercado de empacotamento quanto no de programação.

Caso o Cade acate a recomendação da Ancine, a AT&T terá que tomar uma dura decisão: se desfazer do controle da Sky ou das programadoras da Time Warner.

Uma solução aventada por analistas do setor seria a HBO e a Turner transferir operações para outro país, deixando de ter sede no Brasil. Essa hipótese foi refutada pela Ancine. Para a agência, está claro que a legislação prevê que empresas de "produção, programação e empacotamento [com atuação] no mercado nacional deverão ter sede e administração em território brasileiro".

De acordo com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), a Sky fechou o mês de março com 5.588.471 assinantes no Brasil. Já a Time Warner detém o maior número de canais pagos no país: 32, sem contar os duplicados por versões standard/alta definição. Seu principal rival é o Grupo Globo, com 31 canais.

O processo de fusão da AT&T e Time Warner está em fase decisiva no Cade. Quase todas as empresas concorrentes e órgãos públicos relacionados já se manifestaram à coordenação de análise antitruste da Superintendência-Geral do órgão, que deverá emitir parecer nas próximas semanas. Em seguida, o processo poderá ir ou não para a análise do tribunal administrativo.


*Com informações de Veja online, EBC e assessorias




Postado por Etcetera


Etcetera por Ricardo Leal

Carioca, publicitário, radialista, poeta e escritor. Radicado em Alagoas desde 2002, trabalhou em diversas campanhas eleitorais no estado. Foi diretor da Organização Arnon de Melo (OAM) e do Instituto Zumbi dos Palmares (IZP). É diretor executivo da Press Comunicações e titular da coluna/blog Etcetera, veiculada no portal Painel Notícias e no jornal Painel Alagoas

Todos os direitos reservados
- 2009-2017 Press Comunicações S/S
Avenida Hamilton de Barros Soutinho, 1866 - Jatiúca - Maceió-AL
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]