Dólar com. 5.6239
IBovespa 0.58
30 de novembro de 2021
min. 23º máx. 32º Maceió
sol com poucas nuvens
Agora no Painel Boletim Covid-19: Alagoas registra 19 novos casos e duas mortes

Blogs

Ômicron, a nova ameaça à saúde mundial

29.11.2021 às 18:00

Pelo menos em 12 países, já há presença da nova variante da covid-19, com maior poder de transmissão segundo cientistas. É a ômicron, classificada como "variante de preocupação", pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

 O principal ponto de alerta no momento, é que a cepa contém mais de 30 mutações na proteína Spike, que é a principal proteína do SARS-CoV-2.

Ou seja, é preciso ativar novamente o sinal vermelho no Brasil, acelerando a vacinação (inclusive a dose de reforço) e mantendo todas as medidas preventivas como o distanciamento social, o uso de máscara e a higienização constante das mãos. 

O fechamento dos aeroportos para países comprovadamente contaminados pela nova variante é de boa valia. Assim como a proibição para festas de réveillon e carnaval nos próximos meses.

A pandemia já mostrou que não é apenas uma “gripezinha” e que além de levar a óbito mais de 600 mil brasileiros, atingiu efetivamente a economia nacional. Prevenir é bom, porque remediar nesses casos é praticamente impossível, especialmente quando se trata de vidas humanas.

Postado por Ponto Final

É hora de fechar os aeroportos contra nova onda da covid no Brasil?

28.11.2021 às 08:00

A decisão de fechar agora os aeroportos do Brasil para conter o possível avanço de novas variantes do coronavírus, pode ser precipitada no momento e o governo brasileiro deve ouvir a ciência para evitar uma nova onda de pandemia da covid-19 no país.

O problema é que o governo Bolsonaro não ouve a ciência, não a ouviu em 2020 e certamente não a ouvirá neste momento, onde a Europa já vive uma nova onda da pandemia. E já avisou que não fechará os aeroportos.

Nem mesmo a CPI da Covid, instalada pelo Senado, e que aponta o presidente Jair Bolsonaro como culpado pelo óbito de milhares de brasileiros, o tira do negacionismo às pesquisas e análises cientificas. Ele próprio propaga que não se vacinou contra o vírus.

Com a segunda dose do imunizante, o Brasil vacinou mais de 70% de seu público alvo, há uma queda na taxa de contaminação e mortes por covid, há a dose de reforço já acontecendo, mas muita gente segue o exemplo de (mito) Bolsonaro e ignora a vacina e as medidas preventivas contra a covid, como não aglomerar, por exemplo.

Temos um público grande abaixo da faixa etária de 12 anos de idade que não se vacinou, e que uma possível nova onda pode atingi-lo em cheio.

O que diz o presidente Bolsonaro sobre essa possibilidade? “Boa notícia: tá vindo outra onda de Covid. Lamentável”.

Lamentável é termos no Brasil um presidente que não segue a ciência.

Vai, vendo, Brasil!

Postado por Ponto Final

Tiririca versus Bolsonaro no PL

26.11.2021 às 09:20

Batido o martelo, o presidente Jair Bolsonaro se filia na próxima terça-feira, 30, ao PL, partido comandado por Valdemar Costa Neto, e que tem Tiririca como deputado federal. 

Apesar de o PL ser uma legenda apontada como “fiel” a Bolsonaro (a bancada do PL seguiu o governo em 93% das votações), Tiririca é de longe o deputado que mais votou, até agora, contra as orientações do Palácio do Planalto, segundo dados do Radar do Congresso, ferramenta do portal Congresso em Foco que compila e qualifica a participação de parlamentares.

Desde o início do atual mandato, Tiririca acompanhou as recomendações do Planalto em apenas 58% das vezes.

Das duas uma, ou Bolsonaro iniciará no partido já tendo oposição lá dentro, ou Tiririca deixará o PL. 

Não há forma de conciliar ambos num mesmo projeto de poder; o deputado não aceita cabresto na sua atuação política e nem Bolsonaro aceita uma ovelha solta em seu rebanho, mesmo não sendo ele o pastor.

Veremos quem cede e quem vence nessa queda de braços dentro do PL.

Postado por Ponto Final

STF faz tremer nicho das “emendas do relator”

As chamadas “emendas do relator” ainda vão dar o que falar.

25.11.2021 às 10:20

O Supremo Tribunal Federal (STF) insiste em tornar transparente a  “distribuição” de dinheiro público extra para alguns parlamentares brincarem de “Deus” em seus redutos eleitorais. Ou seja, vai ter nome e valor cada emenda dessas.

E é aí que mora a confusão.

O tal orçamento secreto beneficiou um pequeno grupo e segundo as contas de alguns deputados, há parlamentares que conseguiram liberar quase R$ 800 milhões dessas emendas no ano passado e outros que ficaram apenas nos R$ 10 milhões.

Entre advogados e assessores do STF, a notícia é de que o Supremo não arredará o pé dessa linha.

Em tempo: a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou a admissibilidade da PEC que retoma a aposentadoria de ministros e desembargadores aos 70 anos e não aos 75.  E retaliação pra cima do Supremo, já viu que resultado bom não deve ter. 

Tipo: a coisa vai feder!

Postado por Ponto Final

Tucana cara de pau

22.11.2021 às 10:00

Não foi apenas a falha no aplicativo de votação nas prévias do PSDB, para escolha de seu  candidato à presidência da República, em 2022, que manchou a festa da democracia tucana.

A insolência da deputada federal Mara Rocha, do PSDB do Acre, eleitora declarada de Jair Bolsonaro, também desalinhou o evento. 

A parlamentar, que já se diz de malas prontas para deixar o partido, votou em Eduardo Leite nas prévias tucanas e alardeou para a imprensa e o mundo que na disputa presidencial, do ano que vem, estará no palanque bolsonarista em defesa da reeleição do presidente.

A incoerência grosseira da deputada deveria ter sido punida ontem mesmo com expulsão por justa causa da legenda e ela impedida de votar. O PSDB perdeu de mostrar ao Brasil que ou se faz política séria na legenda ou se está fora. 

Agora, convenhamos, essa parlamentar tem mesmo muita cara de pau para ir à festa de alguém, desdenhar dos donos do evento, e ainda brindar lá dentro pelo maior adversário de quem a convidou.

Mais do que aperfeiçoar o app de votação, o PSDB nacional precisa fazer uma limpa ligeirinho em seu ninho. Vai descobrir que em cada canto deste Brasil há na legenda uma Mara Rocha.

Postado por Ponto Final

Compra, mas não leva

17.11.2021 às 09:40

 O presidente Jair Bolsonaro só se filia a um partido que lhe dê porteira fechada, o que não é o caso do PL de Valdemar Costa Neto.

Aí está o impasse para a filiação de Bolsonaro ao PL ou a qualquer outra legenda partidária, como o PP, por exemplo, já ofertado a ele pelo deputado Ricardo Barros. Nem no PL de Valdemar e nem no PP de Ciro Nogueira, o presidente terá controle geral das decisões partidárias.

É tipo, compra, mas não leva.

Ou compra pela metade, o que parece ser mais propício neste momento.

Enquanto isso, sem pressionar e sem baixarias, Lula tenta jogada de mestre (ou marketing) ao cortejar o ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, para seu vice na disputa presidencial do ano que vem.

É o xadrez da política eleitoral se movimentando a partir de cada jogador.

Postado por Ponto Final

O jeitinho brasileiro de se fazer política

16.11.2021 às 11:20

Parece não ter fim o fio do novelo de falcatruas na política brasileira.

 Agora a Nação é conhecedora de que há no país um orçamento secreto, através de um mecanismo movimentado pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal para validar acordos em votações estratégicas nos plenários de ambas as Casas, entre parlamentares e governo.

Santa Paciência!

São as chamadas emendas de relator, ou RP9, as quais correspondem este ano a cerca de R$ 9,2 bilhões. Este dinheiro é liberado na forma de repasses de ministérios cujos beneficiados são parlamentares escolhidos, de maneira sigilosa, pelo deputado ou senador designado relator do orçamento e o artifício tem sido apontado como uma arma do governo para garantir apoio dos parlamentares em votações que lhe interessam.

O Supremo Tribunal Federal (STF) já determinou a suspensão dessa artimanha, mas segundo se especula em Brasília, o presidente da Câmara Federal, deputado Arthur Lira (PP-AL) e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG) já buscam, afinados, uma forma política de driblar a decisão da Justiça.

Ou seja, a de manter tal imoralidade fomentando outras falcatruas acordadas entre o Planalto e o Legislativo.

Como farão, é difícil de imaginar, mas que farão, farão.

Só Jesus na causa!

Postado por Ponto Final

Em Alagoas, ex-senador defende a derrubada da “PEC do Calote”

14.11.2021 às 11:40
Teotonio Vilela, Arthur Virgilio e Rodrigo Cunha - Assessoria


Candidato nas prévias do PSDB para disputar a presidência do Brasil em 2022, Arthur Virgílio Neto se reuniu sábado, 13, com dirigentes da legenda em Alagoas para fazer uma exposição de suas ideias e propostas para o país. E fechou questão de que a PEC dos Precatórios não deve passar pelo Senado Federal porque é claramente um calote nas contas públicas, enfatizando que toda a política econômica de Bolsonaro é um ataque ao Plano Real de FHC, que deu estabilidade à moeda brasileira e freou o galope inflacionário na economia do país.

Segundo Arthur Virgílio, o ministro da Economia, Paulo Guedes, “arquiteta o deboche” enquanto cresce a inflação, a fome e a miséria no Brasil. Ele também defende parcerias do Brasil com outros países, como a China, e o fortalecimento da diplomacia brasileira para resgatar a credibilidade do país que, lá fora, está “no chão”, e diz que a pauta do PSDB para a campanha de 2022 não pode ser pequena, localizada, tem que ser grande, nacional, mundial, para mostrar ao povo brasileiro que há um partido que conhece e defende verdadeiramente a nação.

Nessa pauta, ele destaca a Amazônia e o Nordeste como prioridades.

Arthur é diplomata de carreira formado pelo Instituto Rio Branco, foi deputado federal e senador por 20 anos, líder da oposição do senado por oito, duas vezes líder do presidente Fernando Henrique Cardoso, ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República do governo FHC e três vezes prefeito de Manaus, sua cidade natal. É formado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade Nacional de Direito da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Praticante das artes marciais é faixa vermelha 9 graus em jiu-jítsu e faixa preta em judô.

Disputa as prévias dentro do PSDB com os governadores João Dória, de São Paulo, e Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul.

Postado por Ponto Final

Um estranho no PL

13.11.2021 às 09:00

 

A filiação de Jair Bolsonaro ao PL assanhou literalmente o partido, vai ter muita gente mudando de casa para não estar no mesmo palanque da reeleição do presidente no ano que vem.

 No Amazonas, o deputado federal Marcelo Ramos (PL), vice-presidente da Câmara dos Deputados, já tomou a decisão de estar distante de Bolsonaro em 2022. Em Alagoas, o ex-ministro e ex-deputado federal Maurício Quintella (PL) também já definiu que deixa a legenda, mas não apoia o presidente.

É verdade que a direção nacional tem mais em jogo com Bolsonaro ainda presidente, e com possibilidade de reeleição, do que com alguns descontentes, mas o barulho da saída de quem tem os holofotes da mídia virados para eles pode representar um desgaste grande para o PL.

Sobretudo pela motivação dessa gente deixar o partido.

Ou seja, Bolsonaro vai ter que pagar caro e à vista o seu ingresso ao PL.

Postado por Ponto Final

Um tributo a Cris

12.11.2021 às 11:20

 Nunca foi fácil fazer jornalismo político no Brasil.

Ainda mais para uma mulher, ainda mais em Brasília, onde se insere o poder nato da República brasileira, ainda mais em uma política sempre polarizada entre grupos machistas dominantes, seja em governos, seja em oposição.

Cristiana Lobo venceu essas barreiras, venceu os preconceitos, levou sua competência profissional a jornais impressos e televisivos desde que saiu de Goiânia para, na capital federal, fazer jornalismo por formação, convicção e vocação. Transitava em todas as vertentes, do café com pão de queijo mineiro com o presidente Itamar Franco, a conversas longas em entrevistas com os presidentes FHC, Lula, Dilma, Temer...

Soube respeitar as diferenças, mas, mais que isso, fez-se respeitar profissionalmente e como mulher, atuando por mai s de 30 anos em redações dos principais veículos nacionais, como O Estado de São Paulo, O Globo e o G1. Na GloboNews, ela trabalhava desde 1997, fazendo parte da equipe de comentaristas do canal, analisando a política nacional.

Cris faleceu ontem, dia 11, vítima de um câncer chamado mieloma múltiplo, o qual vinha enfrentando há alguns anos.

Deixa um grande legado para o jornalismo brasileiro, deixa um exemplo a ser seguido, deixa uma história de luta e competência pela informação jornalística correta.

Aplausos para Cris!

Postado por Ponto Final


Ponto Final por Redação

 Blog Político

Todos os direitos reservados
- 2009-2021 Press Comunicações S/S
Tel: (82) 3313-7566
[email protected]